All Feet Podologia destaca a importância da saúde dos pés

As pessoas costumam ir a pedicures para embelezar suas unhas, cortando, polindo, aplicando cremes, tirando a cutícula, pintando com esmalte, agora, quando o assunto é saúde, não só das unhas, mas dos pés como um todo, aí entra o podólogo, profissional que atua para deixar em perfeitas condições de funcionamento essas duas partes de nosso corpo que aguentam todo o peso de nosso corpo e ainda nos levam para todo lugar que queiramos ir.

A podologia (do grego, podos = pés + logia = estudo) é a ciência que estuda o tratamento dos pés no geral. Esse estudo científico e técnico é responsável por avaliar as tensões, dores, calos, unhas encravadas e várias outras agressões que os pés sofrem ao longo de sua jornada.

Patrícia Vasco é podóloga desde 2015, diretora da clínica All Feet Podologia. Seu interesse em cuidar da saúde das pessoas vem da infância. Qualquer pessoa sabe que uma simples massagem nos pés, ou mergulhá-los em água morna, são excelentes relaxantes, reduzindo e eliminando o estresse e melhorando sensivelmente o bem estar. Se o problema for além do simples cansaço dos pés, caso estejam acometidos por alguma doença ou problema, aí é competência do podólogo tratá-los.

Patrícia Vasco é podóloga desde 2015, diretora da clínica All Feet Podologia – Foto: Divulgação

“O problema mais comum entre os meus pacientes são os fungos. Os fungos se desenvolvem principalmente em locais quentes e úmidos. Se a pessoa não tem o costume de fazer assepsia frequente dos pés, os fungos encontram um lugar propício para se proliferar”, falou.

Unha encravada

Sapatos fechados e pés com meia, no calor escaldante de Manaus, são ambientes que os fungos adoram. Entre os tipos mais comuns destacam-se os causadores de frieiras, e as cândidas, responsáveis pelo ‘pé de atleta’, o famoso ‘chulé’. Os fungos podem surgir nos pés tanto na época do calor manauara quanto nos tempos de muitas chuvas, no final do ano.

“A pessoa ainda pode contrair um fungo através da contaminação cruzada que é quando ela trata seus pés num local onde os equipamentos não são esterilizados corretamente e acaba por ser contaminada por algum fungo. O tratamento é eficaz, mas pode ser demorado”, explicou.

Outro problema que surge bastante na clínica de Patrícia são as unhas encravadas. É uma situação que pode ser crônica, dependendo da pessoa, e entre as causas estão o corte inadequado da unha, ou sapatos apertados.

“Muitas vezes é a própria pessoa que não sabe cortar corretamente a unha e esta cresce de forma a pressionar a carne, provocando dor e até inflamação, em casos mais graves. Mesmo pedicures podem fazer esse corte errado. Sapatos apertados, geralmente no ‘dedão’, também podem pressionar e encravar a unha. Por isso eu indico tênis adequados para quem pratica caminhada ou corrida. Quando a unha encravada inflama o dedo, aí o tratamento fica mais sério, pois é necessário o uso de anestésicos para facilitar o corte da unha, senão se torna impossível o tratamento”, explicou.

Patrícia ainda listou outras patologias menos graves, como as calosidades, o olho de perdiz, as micoses e as rachaduras, entre outras, que surgem na sua clínica.

Atenção redobrada

Em Manaus a podologia não é uma área nova, o que ocorre é não ser muito divulgada, principalmente porque as pessoas não têm o costume de dar uma atenção melhor a essa parte tão importante de nosso corpo: os pés.

O podólogo trata de qualquer patologia dos pés, contando com o auxílio de outros profissionais como dermatologista, ortopedista entre outros. A atuação do profissional divide-se em podopediatria, podogeriatria, podologia laboral, podologia desportiva e pé de risco (pé diabético).

“O diabetes pode acarretar uma série de situações para os pés do doente como formigamento, perda da sensibilidade, dor, sensação de queimação ou agulhadas, e dormência, então os pacientes recebem uma atenção redobrada, pois seus pés são mais sensíveis. Geralmente eles me informam da doença, e isso é importante, para que o tratamento ocorra sem problemas”, explicou.

Saindo dos dedos para a palma dos pés, Patrícia explicou que a psoríase e as fissuras, conhecidas como ‘rachaduras’, são os problemas mais comuns.

“Da mesma forma que a psoríase surge nos joelhos e cotovelos, pode surgir na palma dos pés causando inflamação e dor. Já as fissuras ocorrem quando usamos sapatos abertos, chinelinhos, andamos muito descalços ou passamos anos e anos lixando a sola dos pés. Em casos mais graves, essas fissuras podem abrir e virar uma ferida”, disse.

Além de tratar doenças e problemas nos pés, a podologia também cuida da estética destes com assepsia, corte técnico das unhas, retirada de calos e calosidades, uso de cremes hidratantes e massagens relaxantes, ideais para quem quer sair da clínica pisando nas nuvens.

“A podologia não significa só ter cuidados com os pés, mas também se prevenir, ou seja, se cuidar, para que as patologias não surjam. Devemos dar atenção aos pés como damos a qualquer outra parte ou órgão do corpo”, concluiu.

Informações: 9 9183-0468. Instagram: All Feet Podologia.   

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email