Alimentos e combustíveis reduzem o IPC-S de junho em 0,18%

O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor – Semanal) registrou deflação de 0,18% em junho, segundo dados da FGV (Fundação Getúlio Vargas). Em maio, o IPC-S havia subido 0,51%. Segundo a FGV, este foi o menor resultado para o IPC-S desde a segunda semana de agosto de 2010, quando o índice caiu 0,19%.
Quatro das sete classes de despesa usadas para cálculo do IPC-S tiveram desaceleração ou queda de preços entre a terceira e a quarta quadrissemana de junho. Entre os destaques está o comportamento de preços do grupo Alimentação, que mostrou deflação mais forte (de -0,89% para -1,03%). Esta classe de despesa foi favorecida por quedas de preços em hortaliças e legumes (-3,99%) e em frutas (-7,02%).
Outros grupos que apresentaram decréscimos em suas taxas de variação de preços foram Vestuário (de 1,00% para 0,76%), Habitação (de 0,42% para 0,38%) e Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,55% para 0,53%). Já os grupos Despesas Diversas; e Educação, Leitura e Recreação permaneceram com a mesma taxa de variação de preços no período, de 0,13% e de 0,54%, respectivamente.
Entre os produtos pesquisados para cálculo do IPC-S de junho, os aumentos mais intensos foram apurados nos preços de tomate (6,63%); aluguel residencial (0,86%); e passagem aérea (14,36%). Já as mais expressivas quedas de preços foram registradas nos preços de batata-inglesa (-18,73%); gasolina (-3,42%) e cenoura (-30,74%).

Fatores pontuais

O economista do Ibre (Instituto Brasileiro de Economia) da FGV, André Braz, disse que a deflação registrada no indicador foi influenciada por fatores pontuais e temporários e não deve se repetir em julho. “Pode até ser que o IPC-S venha negativo em julho, mas, se vier, será um número mais próximo de zero. O IPC-S não tem condições de continuar caindo com a intensidade de junho”, afirmou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email