10 de abril de 2021

Alimento e transporte puxam inflação do IPC

A inflação ao consumidor de São Paulo acelerou em julho, já que os preços de alimentos e transportes passaram de queda no mês anterior para alta

A inflação ao consumidor de São Paulo acelerou em julho, já que os preços de alimentos e transportes passaram de queda no mês anterior para alta. O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) subiu 0,30% em julho, ante oscilação positiva de 0,01% em junho, informou a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).
Os preços do grupo alimentação subiram 0,21% em julho, depois de caírem 0,58% em junho. Os de transportes avançaram 0,25% agora, ante queda anterior de 0,90%.

Normalização da oferta

Na análise da Fipe, os preços dos alimentos estão voltando às fortes altas que registradas neste ano. Parte desse movimento deve-se às commodities e também à normalização de oferta de alguns produtos internamente. Os combustíveis vinham em queda com a safra da cana de açúcar, mas voltaram a subir.
Os custos de habitação também tiveram variação maior, passando de alta de 0,35% em junho para 0,45% em julho.
Já os preços de despesas pessoais subiram menos, em 0,53% agora, contra 0,74% antes. Os de vestuário caíram, em 0,77%, depois de subirem 1,14% no mês anterior.
O IPC mede a variação dos preços no município de São Paulo de famílias com renda até 20 salários mínimos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email