Alfredo vai investigar portos não construídos

O senador Alfredo Nascimento (PR) informou ao Plenário no Senador que pediu ao TCU (Tribunal de Contas da União) uma auditoria no Amazonas para verificar porque o estado ainda não construiu 26 portos no interior, apesar de contar com dinheiro para isso, repassado pelo Ministério dos Transportes.
“O governo federal reservou recursos do orçamento para a construção de 28 portos e só dois deles ficaram prontos – o porto de Tabatinga e o de São Raimundo, em Manaus. Queremos que o Tribunal verifique para onde foi o dinheiro repassado pelo Ministério dos Transportes para a construção dos portos. Eu pude verificar pessoalmente, nos últimos dias, que em algumas cidades nem existem obras, mas o dinheiro já foi liberado”, afirmou Alfredo Nascimento, que foi ministro dos Transportes até recentemente.
Alfredo Nascimento também conclamou os senadores a votarem favoravelmente à proposta de emenda à Constituição (PEC 17/08) do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), que prorroga por mais dez anos, até 2013, os incentivos fiscais às indústrias da Zona Franca de Manaus. Para ele, o desenvolvimento incentivado na Amazônia “é um modelo vitorioso” e não pode simplesmente ser extinto. Conforme o senador, o pólo industrial de Manaus, hoje com 600 empresas e mais de 500 mil empregos diretos e indiretos, mostrou ser possível desenvolvimento sem devastação, pois 98% das florestas do estado estão preservados. Alertou, no entanto, que os estados do Sul-Sudeste nunca se conformaram com a criação da Zona Franca de Manaus e, depois do Senado, a luta será travada no plenário da Câmara, para onde a emenda constitucional será enviada, após “sua certeira aprovação” no Senado.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email