3 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Agricultores familiares de 21 Estados terão crédito especial

A linha de CPR (Combate à Pobreza Rural), do PNCF (Programa Nacional de Crédito Fundiário), será ampliada de 14 para 21 Estados e passará a ser desenvolvida exclusivamente com recursos da União

A linha de CPR (Combate à Pobreza Rural), do PNCF (Programa Nacional de Crédito Fundiário), será ampliada de 14 para 21 Estados e passará a ser desenvolvida exclusivamente com recursos da União. Com essa retomada, o programa passa a ser uma política permanente de acesso à terra e estruturação produtiva, necessária para incluir famílias no desenvolvimento rural sustentável e solidário, segundo o secretário de Reordenamento Agrário do MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário), Adhemar Lopes de Almeida.
A CPR atende trabalhadores rurais sem-terra, pequenos produtores rurais e proprietários de minifúndios com renda anual de até R$ 9 mil e patrimônio familiar de até R$ 15 mil (sem moradia). Os beneficiados são pessoas em situação de pobreza de regiões com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). As famílias atendidas reembolsam apenas a quantia destinada à compra da terra. Desde 2003, a linha de crédito já atendeu cerca de 40 mil famílias em 14 Estados, onde R$ 749 milhões foram investidos em 821 mil hectares. Já o PNCF financiou a compra de 1,2 milhão de hectares em todo o país para 73 mil famílias, com R$ 1,9 bilhão do Fundo de Terras e da Reforma Agrária. O valor máximo por família é de R$ 40 mil, em até 17 parcelas anuais, com dois anos de carência. No semi-árido, ou em áreas com passivos ambientais, é concedido adicional de R$ 3 mil para projetos ambientais. Os projetos de jovens, mulheres ou negros têm direito a um crédito adicional de R$ 1 mil.

Estados beneficiados

Os Estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba e Paraná. Além de Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Rio Grande do Sul e Tocantins são agora os beneficiados pela ampliação do programa de crédito.

Programa Mais Alimentos

As linhas do Programa Mais Alimentos também estão transformando o perfil de toda a agricultura familiar, pois financiam projetos de até R$ 100 mil em dez anos com juros de 2% ao ano.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email