Afeam libera R$ 30 mi de linha de crédito

Iniciou ontem uma ação da Afeam (Agência de Fomento do Amazonas) que objetiva atender moradores do interior do Estado, no sentido de oferecer linha de crédito, principalmente no setor da agricultura. A primeira etapa da ação vai atender moradores da calha do Rio Juruá, que abrange os municípios de Guajará, Envira, Ipixuna, Eirunepé, Itamarati, Carauari e Juruá até o dia 29 de abril. A calha do Rio Purus e o município de Parintins serão os beneficiados na segunda etapa, que vai ser encerrada no dia 10 de junho.
Parintins será atendida pela linha de crédito juntamente com a calha do Purus devido a aproximação do Festival Folclórico, abastecendo a cidade com produtos e serviços que vão alavancar a sua economia.Esse financiamento, chamado de Ações Itinerantes de Crédito, é realizado todos os anos e já tem um calendário de visitas a ser cumprido.
De acordo com o diretor-presidente da agência, Pedro Falabella, o cronograma já foi fechado e os moradores serão atendidos por funcionários do Idam (Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas) e o Sebrae/Am (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Amazonas).
Segundo Falabella, o benefício do crédito se dá num aspecto mais social que o financeiro. “O nosso caboclo, o microempresário e o autônomo do interior não precisam mais sair de seus locais de origem para conseguir o seu sustento. Esse crédito assegura a autonomia, uma vez que a produção e o lucro são garantidos”, enfatizou.
As ações de financiamento são realizadas anualmente, e até o fim de 2011 todos os municípios serão beneficiados com linhas de crédito, num valor total de R$ 30 milhões, que visa ofertar condições de pagamento e juros menores do que se fossem retirados de bancos comerciais. Desse montante, cada município vai receber um valor estipulado de acordo com o que foi repassado nos anos anteriores.

Produção agrícola

O valor varia se existir um programa específico de desenvolvimento ou se aumentar a produção agrícola. A linha de crédito pode ser destinada a vários fins: no setor da agricultura, visa beneficiar a compra de máquinas e equipamentos, bem como a construção, a reforma ou a ampliação de instalações e eletrificação. Para esses profissionais, será liberado o valor de até R$ 1,5 milhão, que devem ser pagos em até 144 meses. Para comerciantes o valor liberado será o mesmo, diferenciando apenas o prazo de pagamentos, fixado em 60 meses, com carência de mais 24 meses.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email