Acordos via Serasa avançam na região Norte

Ao menos 30.500 acordos de renegociação de dívidas por meio da Serasa Limpa Nome foram realizados na região Norte, entre 19 de abril e 5 de maio. O levantamento foi divulgado pela Serasa Experian, que propõe por meio de ação  que o consumidor que possui algum tipo de inadimplência, tenha a oportunidade de regularizar as pendências financeiras. 

No Amazonas em março, existiam 1,46 milhões de negativados – em fevereiro eram 1,47mi.

As dívidas que lideram o ranking no estado são Utilities ou contas básicas (30,5%) e Varejo (23,8%). 

De fevereiro a março de 2021, o número de inadimplentes no Brasil passou de 61,56 milhões para 62,56 milhões de pessoas, o que pode ser um reflexo do impacto da pandemia na economia. Com débitos de, em média, R$ 3.903,73 cada, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Paraná são os com o maior número de negativados.

De acordo com Matheus Moura, gerente da Serasa,  é possível observar um grande interesse dos brasileiros em regularizar a situação financeira nesse momento. “A pandemia impactou muito os consumidores, uma das nossas pesquisas recentes mostra que 4 em cada 10 brasileiros tiveram queda na renda e 50% tiveram aumento dos gastos nesse período desafiador. Portanto, uma campanha como o “Parcelinhas”, que reforça que os débitos podem ser pagos em pequenas parcelas, que cabem no bolso, pode ser vista como uma oportunidade para que as pessoas possam voltar a ter acesso ao crédito”. 

Ele reitera que é muito importante que o consumidor esteja atento às possibilidades para sair da inadimplência, já que essa situação pode complicar a sua vida financeira. Por exemplo, o seu score é afetado, a pontuação de crédito utilizada por muitas empresas na avaliação de risco de crédito. E a segunda é uma consequência da primeira: com score baixo, fica mais difícil conseguir crédito, aprovar um cartão, abrir um crediário, entre outras dificuldades. Além disso, quanto mais tempo a pessoa demora para quitar a dívida maiores são os juros.

Conforme a Serasa, no Brasil, os setores de securitização e telefonia são os que mais registraram dívidas renegociadas.

Alívio

O autônomo Diogo Arnoldo, aproveitou o período de negociação para limpar o nome e se diz aliviado. Além de algumas dívidas no varejo, ele também tinha débitos em contas essenciais como de telefone, mas o saldo negativo não para por aí, a pendência  com instituições financeiras também está no bojo dos débitos. “Eu negociei as contas básicas e outras que eu tinha no comércio. Aproveitei a oportunidade dos descontos e parcelei tudo. Aos poucos estou me reorganizando mesmo porque as dívidas crescem e quando não tem como pagar, ações como essas facilitam bastante a vida do brasileiro”, considera.

Ação

A plataforma de renegociação de dívidas da Serasa registrou, entre 19 de abril e 3 de maio, que os consumidores obtiveram descontos em suas dívidas que, somados, totalizam cerca de R$1,7 bilhão. 

Os descontos foram concedidos aos mais de 1 milhão de acordos fechados no período, durante a campanha “Parcelinhas”, que está em sua última semana e reforça a oportunidade para que os brasileiros quitem suas dívidas com diversas empresas com parcelas a partir de R$9,90, R$19,90 e R$29,90. Os acordos são fechados em menos de 3 minutos e as consultas podem ser feitas de forma gratuita nos seguintes canais:

  • Site: serasalimpanome.com.br
  • App Serasa no Google Play e App Store
  • WhatsApp 11 99575-2096
  • Ligação gratuita 0800 591 1222

A ação faz parte da plataforma Serasa Limpa Nome, que já possibilitou mais de quatro milhões de acordos desde o início do ano e segue por tempo indeterminado. 

“Em nossa plataforma de negociação, Serasa Limpa Nome, disponibilizamos milhões de ofertas com descontos de até 90% e opções de parcelamento, parte dela começando por R$ 9,90. Sabemos a importância desse serviço em um momento tão difícil e queremos estar ao lado dos brasileiros no processo para se conquistar uma vida financeira mais saudável.”, conta o gerente de marketing da Serasa, Matheus Moura.

Neste momento, a Serasa aconselha que as pessoas priorizem os meios digitais, mas para quem preferir negociar presencialmente em uma das unidades dos Correios, siga as orientações do Ministério da Saúde e acesse o site www.correios.com.br para conferir os horários de funcionamento antes de se dirigir a uma das agências.

Negociando pela internet

 Basta acessar a plataforma do Serasa Limpa Nome.

 Confira abaixo o passo a passo: 

1º Passo

Acessar o site www.serasa.com.br/limpa-nome-online ou baixar o aplicativo no celular, digitar o CPF e preencher um breve cadastro. Com isso, é possível usar os serviços com a garantia de que só você tem acesso aos seus dados. O consumidor também pode regularizar débitos financeiros pelo WhatsApp, através do número (11) 98870-7025.

2º Passo

Ao entrar na plataforma, todas as informações financeiras do consumidor já aparecerão na tela, incluindo as dívidas que tiver. Se quiser conhecer as condições oferecidas para pagamento, basta clicar em uma delas e serão apresentadas as opções para renegociar cada débito.

3º Passo

Depois que você escolher uma das opções de valor, é só escolher se vai ser à vista ou em parcelas e a melhor data de vencimento.

4º Passo

A plataforma da Serasa gera um ou mais boletos, dependendo da forma de pagamento escolhida, já com a data de vencimento correta. O boleto poderá ser pago tanto online quanto na agência do banco ou casa lotérica.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email