Acordos de cooperação em projetos na AL são reforçados pelo BID e UE

A Comissão Européia -braço executivo da UE (União Européia)- e o BID (Banco Inter-americano de Desenvolvimento) assinaram na segunda-feira, em Bruxelas, um acordo que reforça sua cooperação na América Latina, com prioridade para a luta contra a pobreza e o desenvolvimento das energias renováveis.

“A intenção é reforçar nossa coordenação em temas tão importantes como a coesão social, a luta contra a pobreza e a promoção das energias renováveis”, afirmou a comissária européia de Relações Exteriores, Benita Ferrero Waldner, depois da assinatura do documento com o presidente do BID, Luis Alberto Moreno.

Energias renováveis

Moreno também destacou a importância de desenvolver projetos vinculados às energias renováveis, afirmando que a América Latina se encontra no “coração da revolução” desse setor -que inclui os biocombustíveis, favorecida por uma conjuntura mundial de preços altos do petróleo e maior consciência sobre as conseqüências da mudança climática.

O BID já participa do programa EURO-SociAL da Comissão Européia, lançado em 2005 e com quatro anos de duração, centrado no incentivo de políticas públicas de educação, saúde, administração da justiça, fiscalidade e emprego.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email