Ação da BM&F desaba e fica abaixo de valor do IPO

Sucesso entre os pequenos investidores no final de 2007, as ações da BM&F encerraram a semana passada abaixo de R$ 20, o valor fechado no IPO (oferta inicial de ações). Os papéis terminaram a sexta-feira cotados a R$ 17,60, com queda de 6,43% no dia e de 12% em relação à oferta inicial na Bolsa de Valores.

Desde o dia 3, quando os investidores “descobriram” que a BM&F também terá de recolher a CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido) maior, os papéis já perderam 28,16% de seu valor. Na semana passada, a corretora americana Merrill Lynch reduziu sua recomendação e fixou o preço alvo em R$ 19,00.

O papel da BM&F foi mais penalizado do que as as ações da Bovespa com o recente pessimismo.

As ações da Bovespa seguem acima dos R$ 23 do IPO, tendo perdido 13,78% de seu valor desde o dia 3. Na sexta-feira, fechou a R$ 28,45 -alta de 23,69% em relação ao IPO.

Operações de aluguéis

O papel da BM&F também seria alvo de operações de “aluguel” de ações. No caso, o especulador que não tem o papel paga um prêmio para alugá-la, depois vende no mercado, compra logo após por um valor menor e devolve para o dono. “Esses papéis foram lançados com preço alto, e agora os investidores caem na real. É estrangeiro vendendo em bloco. Mas são ajustes rápidos que assustam porque todos descobrem ao mesmo tempo”, disse Luiz Antonio Vaz, da KNA Consultores.

Para Antonio Vaz, o mercado passou a adotar como piso para as ações da BM&F o preço de R$ 16,50, valor máximo previsto para o papel no prospecto de abertura de capital antes que os coordenadores decidissem elevá-lo para R$ 20.

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) virou tendência e passou a operar em território negativo, com investidores antecipando o nervosismo com uma agenda econômica bastante carregada.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email