Abigraf vai fundar em Manaus a primeira regional do Norte

O setor gráfico -considerado um termômetro da economia, pois a impressão de embalagens, notas fiscais, cartões de crédito e talões de cheque indicam fortemente tendências do sistema produtivo e de consumo- ganhará sua primeira representante na região Norte. Trata-se da mais nova regional da Abigraf (Associação Brasileira da Indústria Gráfica ) no Amazonas. A cidade escolhida para abrigar a nova entidade é Manaus.
A cerimônia de inauguração acontecerá no dia 21 de setembro, às 19 horas, na Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas), e contará com a presença dos principais líderes gráficos do país, além de autoridades locais.
Fundada em 1965, a Abigraf Nacional tem sede na capital do Estado de São Paulo e reúne cerca de 4.600 associados. O edifício Cigraf –Centro da Indústria Gráfica abriga também as demais entidades que integram o Sistema Abigraf: Abigraf-SP (Abigraf Regional São Paulo ), ABTG (Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica) e Sindigraf-SP (Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo ).

Representar filiados

A missão da Abigraf é representar oficialmente os empresários do setor de impressão perante o poder público e a sociedade, buscando seu fortalecimento e expansão mundial.
Considerada uma das mais atuantes entidades setoriais do país, seu trabalho se concentra nas ações de defesa dos interesses, definição de propostas mercadológicas, melhoria das relações de trabalho e promoção da qualidade nas indústrias que integram o parque gráfico nacional –aproximadamente 19 empresas, que geram cerca de 200 mil empregos diretos.

Parcerias implementadas

A entidade está representada no território brasileiro por meio de 16 regionais, responsáveis pela gestão de necessidades e reivindicações das empresas sediadas nos demais estados da Federação. Na América Latina, atua em parceria com a Conlatingraf (Confederação Latino-Americana da Indústria Gráfica ), entidade que congrega associações de 15 países do continente.
O setor gráfico brasileiro é composto pos segmentos industriais, como fabricação de embalagens, etiquetas, envelopes, cadernos, impressos fiscais, impressos promocionais, impressão de formulários, impressão de livros, impressão de cartões magnéticos ou não, impressão em mídia externa e impressão digital.
Destes, o segmento de livros ocupa o primeiro lugar no ranking do valor da produção, seguido por etiquetas e embalagens.

Contribuição significativa

A indústria gráfica contribui significativamente para o desenvolvimento socioeconômico brasileiro. A crescente produção de impressos de alta qualidade nos segmentos de livros didáticos, livros em geral, revistas e jornais, tem contribuído para a melhoria da educação e da cultura.
Da mesma forma, as produções de embalagens e de material promocional têm sido igualmente importantes no favorecimento da comercialização de diversos setores da economia, contribuindo para o aumento da demanda agregada e, conseqüentemente, para o aquecimento da economia.
Em 2006, o setor acumulou receita de vendas da ordem de R$ 16,27 bilhões (US$ 7,57 bi), ante R$ 15,84 bilhões (US$ 7,14 bi) no ano anterior. Tal resultado representa 3,78% do total do PIB da indústria de transformação e 0,82% do PIB brasileiro.

Exportações realizadas

No tocante ao mercado externo, as exportações atingiram US$ 268,60 milhões no ano passado, contra US$ 175,99 em 2005. As importações somaram US$ 212,46 milhões, enquanto em igual período do ano anterior o volume foi de US$ 180,22 milhões. O saldo da balança comercial foi US$ 56,14 milhões, ante resultado negativo de US$ 4,23 milhões em 2005.

Perfil da indústria gráfica amazonense

O Amazonas é o maior Estado do Brasil, com uma superfície atual de 1.558.987 km². Grande parte dele é ocupada por reservas florestais e rios. A economia baseia-se na indústria, no extrativismo -inclusive de petróleo e gás natural-, mineração e pesca. A população passa de 1,5 milhão de ha

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email