ABDI lança edital de R$ 3 milhões para fomento à Indústria 4.0

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) realizou nesta quarta-feira (31) webinar de lançamento do edital referente ao projeto “Jornada Amazônia 4.0”, iniciativa que conta com o apoio da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e que terá o objetivo de selecionar 20 empresas de médio porte dos setores Eletroeletrônico, Metalmecânico e Termoplástico do Polo Industrial de Manaus (PIM) para realização de projeto-piloto visando à difusão de tecnologias da Indústria 4.0 na região. 

De acordo com a ABDI, o investimento inicial é de R$ 3 milhões e o objetivo central do projeto é promover o aumento da eficiência, da produtividade e da qualidade dos produtos, bem como a redução de custos de produção. As empresas interessadas em participar podem se inscrever até o dia 15 de abril por meio do link http://amazonia40.abdi.com.br. Mais informações sobre o edital e as regras de participação podem ser encontradas no endereço www.abdi.com/transparencia.

Além da Suframa, apoiam também a iniciativa a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), o Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam) e a Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME).

O superintendente da Suframa, Algacir Polsin, participou do webinar e fez questão de elogiar o trabalho das equipes técnicas da ABDI, afirmando que o edital será muito importante não apenas para a melhoria da produtividade e da competitividade das 20 empresas do PIM a serem escolhidas inicialmente, mas também de diversas outras que poderão ser impactadas positivamente a partir da replicação e multiplicação dessas experiências. “Aproximadamente há nove meses assumi a Suframa e disse na ocasião que uma das intenções era fortalecer o Polo Industrial de Manaus, então esta iniciativa da ABDI, assim como as mudanças dos marcos legais já realizadas, estão bastante alinhadas com isso. Nossa ideia também é continuar buscando a diversificação das indústrias, particularmente aquelas ligadas à bioeconomia, assim como a expansão de outros vetores econômicos, pois sabemos que a Indústria 4.0 pode trazer desafios relacionados à redução da mão de obra e temos que buscar alternativas”, disse Polsin.

O presidente da ABDI, Igor Calvet, disse que a agência está muito contente de poder contribuir com o início deste processo de difusão da Tecnologia 4.0 na Região Norte e, mais especificamente, na Zona Franca de Manaus.

“Esse projeto bebe na fonte da Indústria 4.0 e na disseminação de tecnologias que poderão de alguma maneira fomentar o aumento da produtividade, reduzir custos e, ao mesmo tempo, colocar nossa indústria num outro patamar de produtividade. É isso que buscamos: transformar as empresas brasileiras em empresas que adotem tecnologias de ponta para produzir mais e melhor”, afirmou Calvet.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email