Dia primeiro de maio de 2021, Dia do Trabalhador! Normalmente um dia esperado aqui no nosso querido Brasil pelo fato de ser mais um feriado entre os tantos que enxertam o calendário empresarial do país. No entanto, além de coincidir com um final de semana, este dia do trabalhador em especial passou a ter um significado bastante diferente, apesar do esforço feito até agora pela grande mídia, no sentido de minorar seus efeitos.

Em plena pandemia, com os cidadãos temendo aglomerações e até mesmo sair de casa, além do período onde a internet domina as relações humanas de maneira quase que totalitária, foram marcadas manifestações em todo o Brasil para este dia, com grupos defendendo o Governo, outros condenando e exigindo “direitos”. Sempre temos na democracia os movimentos contrários, mesmo daqueles que na prática deformem o próprio sentido democrático de se viver.

Quando chegou o dia, os quase UM MILHÃO de pessoas que se reuniram SOMENTE EM SÃO PAULO, além das multidões em Brasília, Rio De Janeiro, aqui em Manaus, afinal em todo o Brasil, vestidos de VERDE E AMARELO, sufocaram algumas poucas manifestações contra a COVID 19, com cruzes encravadas em alguns morros da Bahia por exemplo.

A questão toda neste movimento não se concentra em apoio ao governo ou mesmo ao Presidente da República, como tentaram deixar bem claro. A questão maior está na disposição do POVO BRASILEIRO se dispor a colocar nas ruas a sua capacidade de IMPOR O SEU DIREITO DE CIDADANIA. Em um momento onde as instituições de nosso país estão vivendo uma verdadeira parafernália de atitudes, com o Judiciário (STF) se sobrepondo aos outros poderes e praticando o famoso ATIVISMO JUDICIAL, o povo resolveu mostrar que não está satisfeito.

Quem conhece e acompanha a história do nosso país, sabe muito bem que, em outras ocasiões onde o povo foi às ruas para mostrar sua insatisfação, SEMPRE aconteceram modificações significativas em nossa história. A mais recente aconteceu em 1964 com a Marcha da Família, quando o povo, não aceitando a implantação de um regime Comunista por parte de João Goulart, foi às ruas e pediu às Forças Armadas que impedisse que o mesmo assumisse o cargo, o que se fez.

Desta vez, como falei, a insatisfação popular está com o funcionamento errado das instituições, principalmente do poder judiciário, onde o Superior Tribunal Federal – STF, resolveu se colocar acima dos outros poderes e se deu um tom de intocabilidade. O povo brasileiro, além da revolta com uma Corte Suprema que solta Marginais perigosos, anula processos de bandidos famosos, que foram julgados e sua culpa mais que comprovada, são juízes que não passaram por nenhum tipo de escolha popular ou técnica. Foram simplesmente indicados exatamente por aqueles que hoje fazem malabarismos para defender. 

Um mandato interino que não dá a condição de mudanças produtivas e lógicas, os tornam verdadeiros Cavaleiros Intocáveis, principalmente quando utilizam brechas na lei para se defenderem de quaisquer tipos de questionamentos. O presidente da República pode ser atacado até mesmo sendo tachado de “Genocida”, como aconteceu há pouco. No entanto se um Deputado Federal critica os Ministros do STF, como aconteceu com o Deputado Daniel Silveira, os intocáveis abrem processo, prendem e o enquadram na Lei de Segurança Nacional. Realmente para uma Corte de Justiça, o que está faltando é exatamente a JUSTIÇA.

Temos pela frente algum tempo onde veremos os resultados deste Dia do Trabalhador, onde alguma coisa certamente vai acontecer. Ou acontecerá uma mudança radical nas instituições, o que acho um tanto difícil, ou TODA A ESTRUTURA política, social e econômica do nosso país será abalada por uma mudança drástica, que pode vir acompanhada até mesmo de uma intervenção, pacífica eu espero, por parte das Forças Armadas. Só para lembrar, o Clube Militar, que sempre foi um grupo bastante forte na defesa das instituições brasileiras, já encaminhou uma carta com teor bastante forte ao STF, onde critica toda esta situação e cobra uma solução. Será que é MERA COINCIDÊNCIA?

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email