Festejada como metrópole da Amazônia, Manaus poderia ser símbolo de um novo modo de vida e de uma nova forma de habitar a Amazônia. Seu lado urbano no entanto, é a face mais traumática do capitalismo por essa região. Igarapés poluídos, mananciais comprometidos, falta de projetos de arborização das grandes e pequenas vias, fazem da cidade uma decepção no quesito qualidade de vida e uma incógnita para a copa de 2014.
Que cidade “verde” vai se vender aos turistas? Quais os projetos para arborizar a cidade em 2012?
Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), órgão da Prefeitura de Manaus responsável pela produção, distribuição e plantio de mudas na cidade, a paisagem na capital começa a ganhar um componente novo: mudas nativas plantadas com mais de um metro e meio de altura, num tamanho-padrão. O órgão relata que em três anos de trabalho, a Semmas conseguiu atingir a marca recorde de produção de 1,3 milhão de mudas e a distribuição de aproximadamente 600 mil, estimulando ações de plantio realizadas por órgãos públicos, empresas privadas, escolas das redes municipal, estadual e particular de ensino, e à população através de cinco pontos fixos de doação gratuita de mudas, instalados nos parques e unidades de conservação municipais. “Hoje, as mudas que estão indo para as ruas obedecem a um padrão recomendado pela própria Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU), o que até o início da nossa gestão nunca havia sido respeitado”, explica o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Marcelo Dutra, ressaltando que a primeira providência da secretaria foi intensificar a produção de muda, saltando de 4 mil para 80 mil muda/mês. “Estabelecemos metas de produção e estimulamos os servidores a trabalharem no procedimento, motivo pelo qual o primeiro ano da gestão não foi marcado por ações significativas de plantio”, explica o diretor de Arborização e Paisagismo da Semmas, Josenildo Menezes.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email