Quem gosta de beber coquetéis, com certeza tem entre os seus preferidos o Moscow Mule. Apesar do nome, a bebida foi criada em Nova Iorque. É uma mistura de vodka, ginger beer (cerveja de gengibre) e limão. Pra completar o charme, é servida em canequinhas de cobre.

O Moscow Mule é o preferido entre muitos que gostam de coquetéis

Pois a B.blend, joint-venture formada pela Whirlpool e Ambev, acaba de lançar mais uma novidade no mercado de bebidas alcoólicas: o Moscow Mule em cápsula. Há cinco anos a empresa já havia revolucionado o mercado ao lançar a primeira máquina (plataforma) de bebidas em cápsulas all-in-one do mundo, atualmente com mais de 30 bebidas em cápsula, em seu portfólio.

“Hoje temos duas máquinas B.blend, ambas fabricadas em uma planta da Whirlpool localizada em Manaus. A Whirlpool investiu numa linha exclusiva para a produção das máquinas alavancando a competitividade e o desenvolvimento local da planta”, falou ao Jornal do Commercio, Eduardo Salles, CEO da B.blend.

“Desde o lançamento, há cinco anos, buscamos distribuir as máquinas para o maior número de brasileiros possível, em todo o país, assim temos expandido as regiões de atendimento”, disse.

Cada cápsula do drink Moscow Mule faz 210 ml de bebida, ou seja, um copo. Dependendo do tipo de bebida, a máquina prepara entre 200 ml e 250 ml. O consumidor tem a facilidade de ter o drink, suco, refrigerante, chá e achocolatado ao toque de um botão, em poucos segundos. As cápsulas foram idealizadas para trazer praticidade a qualquer momento do dia para o usuário.

A B.blend revolucionou o mercado ao lançar a primeira máquina de bebidas em cápsulas all-in-one do mundo

Dois modelos

O portfólio da B.blend contempla as bebidas que as pessoas costumam consumir no seu dia a dia, mas os drinks são uma inovação que veio atender aos pedidos feitos por clientes em diversos canais como redes sociais e a uma pesquisa de satisfação da NPS (Net Promoter Score).

“Escolhemos o Moscow Mule para o primeiro lançamento do semestre pois, além de ser uma tendência nos bares e restaurantes, em pesquisas com os nossos consumidores observamos a preferência pelo drink. Depois de muitos estudos, desenvolvemos o coquetel na versão clássica, unindo vodca, limão e aroma de gengibre com notas cítricas e herbais. É uma mistura de sabor idêntico ao original”, informou.

As cápsulas B.blend são as únicas do mercado em versões concentradas, e com as cápsulas alcoólicas o funcionamento é o mesmo. No verso de cada uma delas tem um código de pontos que indica a receita necessária para se obter a bebida. Quando o consumidor a insere na máquina, o equipamento lê o código e prepara automaticamente a mistura correta entre o concentrado e a água gaseificada, ou não, na temperatura e na quantidade adequadas para a bebida.

Atualmente a B.blend fabrica dois modelos de máquinas: a un.plug e a en.joy. Ambas preparam mais de 30 opções de bebidas em cápsulas. Acompanha a máquina en.joy um purificador que faz a água gelada, quente ou com gás. Para isso, é usado um cilindro de gás e um filtro de água com máxima filtragem. Já a un.plug, contém um reservatório para água filtrada, então não necessita do ponto de água, e é portátil.

“No final do ano passado, lançamos as primeiras bebidas alcoólicas em cápsulas do Brasil. Até o lançamento do Moscow Mule, tínhamos no portfólio Skol Beats Senses, Gin & Tonic e Orange Spritz”, informou Salles. 

A Skol Beats Senses traz o mesmo sabor do produto que é envasado e vendido em latas e garrafas. O Gin & Tonic resulta de um gin elaborado especialmente para o produto, com notas aromáticas de zimbro e especiarias herbais e vegetais. Tem um aroma natural de tônica contendo quinino para trazer o amargor característico da bebida e o aroma de limão. O Orange Spritz possui notas de laranja e aroma específico do champagne que garante a mesma identidade que o drink tem quando preparado em bares.

“No pós-lançamento desses drinks, 70% dos nossos consumidores que experimentaram as bebidas responderam que comprariam novamente”, afirmou o CEO.

Dois lançamentos

Na categoria de drinks, cada cápsula faz 210 ml de bebida e possui 7,9% de teor alcoólico. O sabor e a qualidade dos drinks são idênticos aos coquetéis preparados em bares e restaurantes. O concentrado das cápsulas é feito na dose ideal, todos os ingredientes, inclusive o álcool, já estão na cápsula. A mistura acontece automaticamente quando colocadas nas máquinas da B.blend.

“Sonhamos revolucionar o consumo de bebidas, realizando uma experiência inovadora com produtos de qualidade. Entendemos a necessidade de termos soluções mais simples e rápidas no dia a dia e, por isso, ao toque de um botão, temos mais de 30 diferentes sabores de bebidas quentes e frias disponíveis para os consumidores”, destacou.

No portfólio de bebidas a B.blend tem refrigerantes (Guaraná Antarctica, Pepsi, Sukita e Soda); sucos 100% naturais; água de coco, néctares e chás gelados (Feel Good); energy drinks (Fusion); e chocolate quente e gelado, além do Cappuccino Suplicy.

“Por questões estratégicas, as divulgações serão feitas em momento oportuno, mas adianto que teremos mais dois lançamentos de drinks este ano”, finalizou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email