Dos quase 380 mil candidatos a prefeito e a vereador que concorreram nas eleições deste ano, no Brasil, apenas 21,34% eram mulheres. Os números são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que levantou o perfil da participação feminina na política. Ainda que as eleições deste ano tivessem o maior número de candidatas em toda história brasileira, a margem de participação feminina na política representativa ainda é baixa. Esses números merecem reflexão. Por que, no Brasil, as mesmas mulheres que entraram de forma definitiva no mercado de trabalho, conquistaram independência econômica e se tornaram maioria nas universidades não se interessam ainda por política representativa?

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email