9 de maio de 2021

A importância da Philosophia

Como professor, vez ou outra, sou questionando sobre a importância da philosophia. Hoje mesmo um aluno perguntou-me: “Professor, para que serve a filosofia se o nosso mundo é extremamente materialista? Tem alguma utilidade a filosofia?”.

Para persuadi-lo da importância da philosophia em sua vida, li para ele Marilena Chauí (Convite à Filosofia, 2012, p. 33): “Se abandonar a ingenuidade e os preconceitos do senso comum for útil; se não se deixar guiar pela submissão às ideias dominantes e aos poderes estabelecidos for útil; se buscar compreender a significação do mundo, da cultura, da história for útil; se conhecer o sentido das criações humanas nas artes, nas ciências e na política for útil; se dar a cada um de nós e à nossa sociedade os meios para serem conscientes de si e de suas ações numa prática que deseja a liberdade e a felicidade para todos for útil, então podemos dizer que a Filosofia é o mais útil de todos os saberes que os seres humanos são capazes.”

Isso mesmo, a philosophia é importante porque ela nos proporciona liberdade para construir um mundo mais justo, igualitário, livre, fraterno. Sem philosophia não seríamos humanos, seríamos, talvez, bárbaros, incapazes de compreender a dimensão e a beleza da existência humana. 

Para mim, a philosophia é a busca constante do conhecimento, da verdade; é um olhar para dentro de nós mesmos. Ela contribui para o autoconhecimento, autocontrole, força interior, crescimento pessoal, profissional, intelectual. A philosophia desperta o nosso espírito crítico, para que possamos ter uma visão clara diante dos fatos da vida e dos extremos da natureza humana.

Igualmente, a philosophia favorece ao espírito humano momentos de reflexão sobre o nosso próprio entendimento, nosso viver e sobre o que esperamos da vida. Como dizia o filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900): “Toda a arte e toda a filosofia podem ser consideradas como remédios da vida, ajudantes do seu crescimento ou bálsamo dos combates: postulam sempre sofrimento e sofredores”.

Da mesma forma, é preciso que tenhamos consciência de que todos somos responsáveis por todos. Isto é, estamos todos dentro de uma mesma “canoa”: a canoa da vida. Não superaremos essa pandemia sozinhos. Temos que nos unir, evitando aglomerações, usando máscara, álcool em gel, mantendo o distanciamento social, para podermos estar conjuntamente protegidos. 

Portanto, a nossa “ficha” precisa cair. Precisamos acreditar que “A união faz a força”. Essa deve ser a nossa certeza. Isso nem é questão de não ver ou não querer ver o que está acontecendo. Trata-se de algo mais importante: a certeza de que “Juntos somos fortes”. Sem isso, seremos todos destruídos por esse maldito vírus.

Em suma, a philosophia alarga o nosso conhecimento para que possamos continuar acreditando em dias melhores; que vamos superar essa pandemia; que somos dependentes uns dos outros; que vale a pena ser ético; que o materialismo não é tudo; que todos somos iguais, nem mais e nem menos, nem melhores e nem piores, somos apenas humanos e finitos.

Por fim, a philosophia nos ensina que é preciso amar mais, viver mais, abraçar mais, beijar mais, ser mais carinhoso(a) com os nossos pais, irmãos(as), amigos(as); é preciso valorizar o que é essencial na nossa vida, estarmos mais próximos daqueles que amamos; agindo assim, não podemos negar “a Filosofia é o mais útil de todos os saberes que os seres humanos são capazes”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email