6 de dezembro de 2021

Existe um preconceito e um estigma muito grande quando se fala em questões relacionadas a Fé. Muitos pensam que este tema é ligado a fundamentos vazios e dogmáticos, que seria antagonista à ciência. Só que é o inverso disso. A fé transcende a ciência e a condição humana. Já foi comprovado inclusive na área da Saúde que, por exemplo, pacientes que têm uma espiritualidade mais elevada têm uma propensão bem maior à cura. É o que revela uma pesquisa desenvolvida pela Universidade de Duke, na Carolina do Norte – Estados Unidos; que comprovou que os pacientes que se valem de práticas religiosas apresentam 40% menos chances de sofrerem depressão durante o tratamento de câncer e de doenças em geral. Um outro estudo realizado aqui no Brasil pela Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto,  confirmou a tese de que a religiosidade fortalece aqueles que lutam contra o câncer. O livro “Doença, Fé e Esperança” aborda justamente esta questão. Escrito pelo Doutor Blancard Torres, do Departamento de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Obra defende que o doente em tratamento que possui fé, verdadeiramente, internaliza a certeza da recuperação, aumentando a imunidade física e a probabilidade de um retorno positivo aos tratamentos. Ou seja, a ciência não exclui a fé, mas a confirma.

E agora mesmo, no período da pandemia do novo Coronavírus, são muitos os relatos daqueles que viram a mão de DEUS agindo em seu favor nesta área. Pessoas que foram desenganadas pelos médicos, com mais 80% dos pulmões comprometidos pela Covid – 19, por exemplo, tiveram sua saúde restabelecida, mesmo diante de diagnósticos totalmente desfavoráveis. É a Mão de DEUS em ação por meio da Fé. Eu mesmo tenho um amigo que tem este testemunho de vida. Nasceu de novo, porém, mesmo nos piores momentos não deixou de crer.

 Não se pode, todavia, confundir a questão de ter Fé com atitudes negligentes, irresponsáveis ou irracionais. Pelo contrário. Pesquisas também comprovam que aqueles que tem fé são mais disciplinados em seus afazeres e também mais felizes, até por terem uma visão maior de vida em comunidade, com atitudes de solidariedade e compaixão. Estamos falando de fatos. E contra fatos não há argumentos.

E quanto a minha experiência e profissão de fé pessoal, posso dizer que todas essas pesquisas são mais do que realidade. Eu, como cristão-evangélico que sou, tenho a minha fé firmada em JESUS CRISTO, ÚNICO SENHOR E SUFICIENTE SALVADOR das nossas vidas, O ÚNICO MEDIADOR entre DEUS e os homens. A Bíblia diz: “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se veem. ” (Hebreus 11:1). Na Palavra de DEUS existem diversos relatos do Poder da Fé.  E é justamente ela, a Fé, que move A Mão de DEUS. Eu mesmo tenho diversos momentos marcantes na minha jornada de fé, em que vi e vejo a Ação Sobrenatural do Poder de DEUS; que trouxe cura e restauração a meu pai, a mim e a toda a minha família, em todas as áreas; sempre nos guardando e livrando de todo o mal; concedendo vitórias e milagres, através do Nome de JESUS! 

Por outro lado, é fundamental compreendermos que a fé não é teórica, mas sim prática. Não se pode confundir. Ter fé nunca vai ser justificativa para deixarmos de fazer a nossa parte, seja em qual esfera da vida for: no trabalho, na saúde ou em qualquer âmbito. É preciso lutarmos, cumprindo com os nossos deveres, confiando que as coisas darão certo, mas não abrindo mão do que é nossa alçada, porque aquilo que é de nossa responsabilidade DEUS não vai fazer em nosso lugar. A Própria Bíblia mostra que a “plena confiança” não deve ser vazia: “Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. ” (Tiago 2:17). DEUS é “Movimento”, “Ação”, “Vida”… e a fé que nos norteia também não pode ser estática. A verdadeira fé é paciente, mas não passiva.

Finalizo este texto com o trecho da Bíblia Sagrada que se encontra na Carta aos Hebreus, no Capítulo 11, verso 6, que nos diz assim: “Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem DELE se aproxima precisa crer que ELE existe e que recompensa aqueles que O buscam. ”

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email