A Assembleia na hora da verdade

O que começou com o que parecia ser a briga de um deputado com a família que controla uma das maiores redes de comunicação da cidade evoluiu para denúncias seriíssimas, que colocam a gestão do presidente Josué Neto (PSD) diante do primeiro grande desafio. O relatório do Ministério Público, que aponta indícios de superfaturamento na obra do edifício-garagem da Assembleia Legislativa, concluída no ano passado, implica diretamente o deputado Ricardo Nicolau (PSD) e o diretor geral da Casa, Wander Motta. A oposição, que vinha adotando um comportamento brando nos últimos tempos, embarcou na canoa dos que querem ir a fundo no assunto, o que engrossou ainda mais o caldo. Josué vai precisar tomar decisões para evitar que sua administração caia em descrédito.

De volta

O ex-presidente da Câmara Municipal de Manaus e ex-deputado federal Carrel Benevides está prestes a voltar aos holofotes. Ele foi convidado pelo atual presidente da Casa, Bosco Saraiva (PSDB) a assumir um cargo de diretor. O departamento ainda não teria sido definido, mas há quem garanta que o veterano político substituiria a jornalista Tereza Teófilo na comunicação. A se confirmar, a mudança indica que Saraiva está pavimentando terreno para se candidatar a deputado estadual.

Estratégia

Bosco tem privilegiado políticos em alguns dos cargos de maior relevância da Câmara. Ele acomodou o ex-vereador Antonio Santino na Diretoria de Finanças, chamou o ex-vereador Gilberto Martins, que tem eleitores também em São Gabriel da Cachoeira, para dirigir a TV Câmara e tem colocado outros em cargos de menor relevância. Os beneficiados podem ajudar, e muito, numa eventual campanha.

Bela iniciativa

Mais de 1.600 trabalhadores amazonenses envolvidos na construção da Arena da Amazônia foram homenageados esta semana por internautas de diversas partes do País na campanha #massaquetoca, organizada pela Weber Saint-Gobain. A homenagem foi transmitida aos trabalhadores através de um telão de LED montado em frente ao canteiro de obras. A campanha surgiu no perfil da empresa nas redes sociais. A quantidade de postagens e mensagens agradecendo o empenho da classe foi tamanha que o grupo decidiu compartilhar o movimento com o público alvo.

Sem desculpas

A Secretaria de Estado de Infraestrutura está treinando prefeitos para facilitar o acesso deles a convênios. O objetivo é evitar que as prefeituras se tornem inadimplentes por falta de prestação de contas ou pela não apresentação de algum documento, ou mesmo pela perda de prazo. Agora vai ser difícil inventar alguma desculpa ao Tribunal de Contas do Estado.

Drama

A situação dos funcionários da empresa H. Buster, sem salário há mais de dois meses, é dramática. Muitos pais de família estão sendo ameaçados de despejo e, com as contas atrasadas, se veem na iminência de ficar sem água e energia. O litígio trabalhista vem sendo discutido no Tribunal do Trabalho, mas os trabalhadores se ressentem da falta de um comunicado formal sobre a situação.
Novidade

Quem quiser pagar contas ou regularizar uma situação pendente vai ter a chance de frequentar os postos do Pronto Atendimento ao Cidadão aos sábados. A Ouvidoria do Estado anunciou que, a partir de amanhã, eles estarão abertos até as 13h, oferecendo todos os serviços que disponibiliza durante a semana. É uma boa notícia para quem não tem tempo de resolver a vida em dias normais.

Sem desistência

Ao contrário do que publicou um site de notícias, a Amazônia Cabo Ltda., dona do canal Amazon Sat, “não desistiu de transmitir o Festival de Parintins 2013, nem rescindiu o contrato celebrado com o Boi Bumbá Caprichoso”, segundo comunicado postado ontem no Facebook. “O objetivo do nosso comunicado foi informar a todos que, caso o Boi Bumbá Garantido não venha a assinar o contrato proposto pela nossa empresa, não realizaremos a transmissão do Festival de Parintins 2013. Em outras palavras, ou transmitiremos os dois Bumbás ou não transmitiremos Bumbá algum”, diz o esclarecimento.

Pressão

Com o posicionamento, a Rede Amazônica força os bumbás a tomar uma posição. A diretoria do Caprichoso se vê diante de um impasse, porque, se o Garantido se mantiver na posição atual, restará ao boi azul assinar, a contragosto, o contrato de transmissão com a TV A Crítica. O governo não se envolveu na disputa.

Quem manda

O vice-prefeito Hissa Abrahão retornou do período de curso nos Estados Unidos e articula nos bastidores para assumir o controle do novo partido, surgido da fusão entre o PPS, ao qual era filiado, e o PMN. Chamada de Mobilização Democrática (MD), a nova legenda vem atraindo políticos de várias correntes, inclusive no Amazonas. Por isso, ele quer agir rápido, para evitar que um grupo político “alienígena” se apodere da novidade.

Sem Saída

Já o prefeito Arthur Neto desistiu mesmo de deixar o PSDB. No domingo (28), ele deve participar da Convenção Estadual, que vai eleger seu filho, o deputado Arthur Bisneto, como novo presidente regional da legenda. O problema será explicar o posicionamento da bancada do partido no Congresso, que deve votar em massa contra a Zona Franca de Manaus nas próximas batalhas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email