25 empresas já adquiriram edital do pregão eletrônico

Ao todo, 25 empresas já procuraram o edital da licitação que vai escolher quem vai operar o armazém do 4º entreposto da Zona Franca de Manaus que será criado na cidade de Santarém (PA). A estrutura será mais uma alternativa para as indústrias do PIM (Polo Industrial de Manaus) armazenarem seus produtos para posterior distribuição aos centros consumidores. A expectativa da CGL (Comissão Geral de Licitação) é de que em torno de 35 empresas busquem participar do Pregão Eletrônico.
Como informou o Secretário da Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda), Afonso Lobo, será escolhida a empresa que apresentar a melhor proposta. Será levada em conta a técnica utilizada, o menor espaço de tempo, maior área, menor preço e a experiência da empresa no ramo. A vencedora ficará responsável pela armazenagem e distribuição dos produtos que sairão do PIM. O prazo máximo para o funcionamento do entreposto é de seis meses após a escolha da gestora.
A definição do local da construção será feita entre a empresa vencedora, a prefeitura e o setor privado local. A área disponível deve ser entre 10 mil m² e 50 mil m². Este será o quarto entreposto utilizado pela ZFM, que já possui estruturas semelhantes de armazenagem e distribuição de produtos em Resende-RJ, Uberlândia-MG e Ipojuca-PE.
Conforme informou o presidente da ACP (Associação Comercial do Pará), Sérgio Bitar, há em Santarém um grande corredor de exportação de grãos do Mato Grosso que isso deve ser aproveitado pelo Amazonas. Há carretas que vão do Centro-Oeste e outras regiões deixar a soja em Santarém e esses veículos seriam aproveitados pelas empresas do polo no sentido inverso.
A oferta de carretas em Santarém atualmente é de 300 veículos por dia. Mas a expectativa é de que esse número suba para 800 com o término do asfaltamento da BR-163, trecho entre Santarém e Cuiabá, que tem término previsto para o final do ano. Segundo informações da Faciapa (Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Pará) os números podem chegar a 2.000 carretas em períodos de pico da soja.
A previsão da Sefaz é de que o entreposto apresente uma economia de até 2 dias na entrega dos produtos para as lojas, em especial do Centro-Oeste. Atualmente, para a mercadoria chegar à região ela vai antes para um dos dois entrepostos localizados no Sudeste do país. O armazém geral também suspende a cobrança de ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) na transferência entre Manaus e Santarém. O tributo só passa a ser cobrado na saída, no momento da venda do fabricante para o varejo ou atacado. Já o Pará será beneficiado com a cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviço) que incidirá sobre os serviços realizados no novo posto de armazenagem. O ICMS do transporte também ficará para os paraenses.
As empresas interessadas em adquirir o edital devem acessar o site da CGL (www.cgl.am.com.br). Examinados e adquiridos no DGC/CGl, av. Djalma Batista, 346. Mediante pagamento de R$ 300,00, acrescido da taxa de expediente de R$ 2,50 através de DAR (Documento de Arrecadação). O pregão eletrônico será realizado em sessão pública pela internet, através do portal de Compras e licitações do Amazonas (www.e-compras.am.gov.br), no dia 11 de março, às 8h30min.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email