8 de maio de 2021

142.690 empregos formais são criados no Brasil em 2020

Em 2020, o Brasil criou 142.690 empregos. Esse resultado decorreu de 15.166.221 admissões e de 15.023.531 desligamentos, segundo dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apresentado nesta quinta-feira (28). “A grande notícia para nós é que, em um ano terrível em que o PIB caiu 4,5%, nós criamos 142 mil novos empregos”, ressaltou o ministro da Economia, Paulo Guedes.

A retomada acentuada dos empregos formais no país ocorreu a partir de julho, sendo novembro o melhor saldo informado pelas empresas para um único mês. O ministro destacou que, em 2020, quando o mundo foi afetado pelo coronavírus, o Brasil conseguiu gerar novos postos de trabalho formais.

“Na recessão de 2015 que o PIB caiu 3,5% por erros de política econômica interna, nós destruímos 1,5 milhão de empregos, na recessão de 2016, também em consequência de erros internos de política econômica, perdemos 1,3 milhão de empregos. E o acumulado de 2020 quando fomos atingidos pela maior crise de saúde dos últimos 100 anos e tivemos uma queda no PIB de 4,5%, nós geramos 142 mil empregos”, pontuou.

O ministro Paulo Guedes também chamou a atenção para a criação de programas que ajudaram os brasileiros durante 2020, como o pagamento do Auxílio Emergencial e o Programa de Preservação de Empregos (Bem). “De um lado, o Auxílio Emergencial fez a maior transferência de renda direta para 64 milhões de brasileiros quando digitalizamos e auxiliamos com transferências direta de renda e, por outro lado, o Bem, que está sendo premiado internacionalmente, que preservou 11 milhões de empregos.”

Acumulado de 2020

No acumulado do ano, os dados registraram saldo positivo no nível de emprego em quatro dos cinco grupos de atividades econômicas: Construção (+112.174 postos), Indústria geral (+95.588 postos), Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (+61.637 postos), Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas (+8.130 postos), e Serviços (-132.584 postos).

Os estados com maior saldo positivo foram: Santa Catarina: +53.050 postos (+2,55%); Paraná: +52.670 postos (+1,98%); e Pará: +32.789 postos (+4,46%).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email