“Mulher tem jornada tripla”

A vereadora Lúcia Antony (PC do B) chamou a atenção no pequeno expediente para falar da tripla jornada de trabalho das mulheres, uma realidade que, segundo a vereadora, precisa ser analisada ao observar que o desenvolvimento econômico não se dá da forma mais plena como deveria ser.
A vereadora afirmou que cerca de 90% das mulheres se ocupam com os afazeres domésticos, embora 47% dessas estejam no mercado de trabalho e 30% delas dividam ou banquem a maioria das despesas da casa e são essas trabalhadoras que estão com a tripla jornada de trabalho além de serem as principais responsáveis pela produção do país. Para Lúcia, essa carga exaustiva de trabalho deixa a mulher esgotada, quando poderia estar produzindo, e ainda acarreta uma série de problemas de saúde, como estress e depressão. Chamou a atenção para dizer que a família brasileira, hoje, passa por um processo de transformação, referindo-se a forma como as famílias estão sendo constituídas e estão vivendo.

Nova realidade

Lúcia disse que é necessário modernizar as relações sociais e preparar os homens para que eles possam aprender a dividir o trabalho doméstico e o cuidado com os filhos, desenvolver mecanismos que criem lavanderias e mais restaurantes comunitários, escolas em horário integral, e creches que possam oferecer uma nova forma e uma nova condição de vida para a sociedade brasileira.
“Não podemos mais exigir que a mulher seja a salvadora da pátria, precisamos respeitar a mulher enquanto ser humano, trabalhadora e cidadã, e por isso a sociedade precisa entender essa nova realidade em mudar sua forma de agir em relação mulher” finalizou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email