O livro que não será finalizado tão cedo

Compartilhe:​

Psicopedagogo, professor, pesquisador, folclorista, apresentador, ator, escritor e multi especialista, Richardson Franco foi um dos convidados do Trends JC desta semana para falar de seus muitos projetos e, em especial, sobre o livro que está escrevendo e sobre os dois canais de muito sucesso liderados por ele: Biografia do Carnaval e Biografia Cirandística, de onde está tirando as histórias do seu livro, que ele já começou a escrever e não tem uma data para finalizar.

O livro não tem um fim porque as histórias ainda estão sendo contadas. “Eu conto, através do audiovisual no meu podcast as histórias dos meus convidados, e depois escrevo nas páginas do meu livro. Enquanto as histórias não têm fim, o livro também não tem. Estou escrevendo”, revelou.

Richardson é um apaixonado por vários temas, mas a ciranda é o favorito. Ele conta que dança ativamente há 33 anos. Fora isso, já passou por 7 associações, ou grupos de dança da cidade e hoje está na Ciranda da Visconde, na Praça 14, uma verdadeira turnê por grupos e bairros da cidade, o que lhe rendeu essa bagagem que ele explora, com tanto sucesso, em seus podcasts e no livro, que promete repetir o mesmo sucesso. “Essa bagagem me permitiu convidar muitas personagens incríveis no meio da ciranda, dos bairros e da cidade. Não queria morrer guardando as muitas histórias que vivi com muitas outras pessoas”, diz.

O fato de o livro de Richardson não ter previsão de ser finalizado não incomoda o multi especialista. “Eu comecei em 2020. As pessoas me perguntam por que não acabei de escrever e eu respondo sempre que o programa não acabou. O programa é que faz o livro viver. A partir do momento que eu convido a pessoa como folclorista, ela já é mais um capítulo do meu livro. Se eu acabar, ela fica fora do livro e do registro das histórias”, lembrou.

No programa de variedades do JC, ele falou mais sobre seus empreendimentos, como uma escolinha de reforço para crianças e sobre projetos futuros. 

Para agora, época de Carnaval, ele está trabalhando no programa “Biografia do Carnaval”, onde trará detalhes direto das escolas de samba, falando sobre as alegorias; fantasias; samba-enredo e bastidores. É tudo o que a gente quer no momento, não é mesmo?

Se você ficou curioso sobre as histórias do livro (até aqui) infinito e sobre os novos projetos, pode acessar o Trends no portal do Jornal do Commercio (www.jcam.com.br) ou nas redes sociais.

O psicopedagogo garante que em algum momento, o livro ficará pronto. “Mas, não acho que seja o momento de finalizar”, revela. Talvez ele, além de todas as habilidades que coleciona, seja também um sensitivo e saiba que ainda há muitas histórias interessantes à frente. Quem sabe, não é mesmo? Torcemos para que sim. Que venham novas histórias, sempre.

Lílian Araújo

Lílian Araújo

É Jornalista, Artista, Gestora de TI, colunista do JC e editora do Jornal do Commercio

Qual sua opinião? Deixe seu comentário