Mais estímulo ao setor rural

Compartilhe:​

Boa notícia para o setor rural. Em 22 de março, o governo federal relança o PPA (Programa de Aquisição de Alimentos). Segundo o ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, a equipe de governo pretende aproveitar uma visita do presidente Lula ao Recife para anunciar a retomada das medidas.

Criado no início do primeiro governo Lula, em 2003, o PAA foi instituído para incentivar a agricultura familiar sustentável por meio do estímulo ao consumo da produção do setor, principalmente por meio de compras feitas por órgãos públicos. A prática também tende a contribuir para a formação de estoques públicos, ajudando a evitar a disparada dos preços dos principais alimentos, além de incentivar hábitos alimentares saudáveis, segundo especialistas.

“No dia 22 agora, lá em Recife, o governo federal vai relançar o PAA, com R$ 500 milhões para comprar da agricultura familiar e levar (os produtos) para a mesa do povo”, anunciou o ministro na 20ª Festa da Colheita do Arroz Agroecológico, evento que o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) realizou em Viamão (RS) e que reuniu agricultores familiares, empresários, integrantes de outras entidades que apoiam o movimento, representantes do governo federal e parlamentares.

“Vamos comprar a preço de mercado os alimentos que vocês produzem e colocá-los na mesa do povo. Os restaurantes universitários, o Exército (Forças Armadas), todos terão que comprar da agricultura familiar”, acrescentou Teixeira, respondendo a uma das principais reivindicações do segmento após o que entidades como a Contag (Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares) classificam como o “desmonte do PAA e de várias políticas públicas” após quatro anos “de invisibilidade para o setor”.

“É inadmissível que aqui no Estado (do Rio Grande do Sul), nossas crianças comam bolacha com suco artificial, que nossas crianças não tenham uma alimentação saudável na hora do almoço”, disse a deputada estadual Bruna Rodrigues (PCdoB) ao lembrar que, quando criança, a merenda escolar chegou a ser uma de suas principais motivações para ir ao colégio. “Sou uma dessas que fui à escola para comer a merenda. Por isso, sei da importância disso”, afirmou.

O ministro do Desenvolvimento Agrário lembrou que, na semana passada, o governo federal anunciou o reajuste dos valores repassados a estados e municípios por meio do Pnae (Programa Nacional de Alimentação Escolar). Dependendo da etapa de ensino, o reajuste pode chegar a 39%. Em contrapartida, as normas do programa estabelecem que ao menos 30% dos itens adquiridos com os recursos federais venham da agricultura familiar.

Teixeira também citou os planos federais para a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) como uma das ações para impulsionar o setor. Presente ao evento, o indicado para presidente da companhia, ex-deputado estadual pelo PT Edegar Pretto, garantiu estar “formulando os próximos anúncios da companhia para atender (às demandas) dos companheiros”.

“Temos a obrigação de pensar, refletir e reafirmar nosso compromisso com os 33 milhões de homens e mulheres que dormem e acordam todo santo dia com fome. E para quem ainda tem dúvida, quando assumirmos a Conab, nenhum serviço será reduzido. Faremos mais e melhor”, prometeu Pretto, destacando que a vinculação da Conab ao Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar foi um indicador político da nova orientação da companhia.

Nota abre Perfil

Pequenos são a bola da vez

Revolução no mercado. Hoje, as redes sociais são grandes aliadas das atividades econômicas, possibilitando mais comodidade nas vendas ao consumidor. A nova opção ganhou maior protagonismo durante a pandemia. Praticamente de qualquer localidade, o cliente pode fazer seus pedidos de acordo com as condições que lhe aprouver. E essa tendência se torna mais transparente no Amazonas, onde o Whatzapp responde por 83% dos canais digitais utilizados pelos micro e pequenos empreendedores.

É o que aponta a pesquisa Transformação Digital nos Pequenos Negócios 2022, feita pelo Sebrae entre julho e setembro do ano passado. Aplicada por telefone, a consulta ouviu 6.345 entrevistados distribuídos em cotas por Estados, porte e setor de atividade empresarial. Segundo os dados, o aplicativo de mensagem também é usado por 74% das empresas do segmento. Aliás, as pequenas iniciativas são as que geram mais empregos, renda e movimentam sempre a economia.

Relatores

A CPI da Água de Manaus mobilizará mais ainda a Câmara na segunda-feira (20), quando deverão ser definidos os relatores da investigação. Afinal, são tantas reclamações contra a empresa que acabaram tendo alta ressonância no legislativo. O consumidor manauara diz sentir-se prejudicado. Os serviços são precários, as tarifas nem sempre correspondem ao consumo real, fatores que motivaram a instalação do colegiado. A presidência da Casa promete isenção total nos trabalhos.

Ofensiva

O deputado estadual Sinésio Campo (PT) disse que irá às últimas consequências na pendenga travada contra a Amazonas Energia, envolvendo os novos medidores elétricos. Na quinta-feira (16), o parlamentar criticou a ausência de um representante da empresa na audiência pública da Assembleia Legislativa, quando seriam realizados novos debates sobre a instalação do sistema, apesar da decisão favorável do STF à concessionária, abrindo caminho para a retomada dos serviços em Manaus.

Empoderamento

O vice-prefeito Marcos Rotta (PP) é, realmente, um dos protagonistas do governo David Almeida (Avante). Está mais empoderado ao assumir a Casa Civil do município, onde acontecem as maiores decisões da prefeitura. Sua turbinada ao poder foi prestigiada por grandes aliados, figuras conhecidas, marcando o quanto o político tem prestígio no cenário do poder público amazonense. Confiança não lhe faltam. E o prefeito reconhece a sua importância para a realização de megaprojetos em Manaus.

Contramão

Contrariando envolvidos nos atos em Brasília, o novo presidente do STM, tenente-brigadeiro do ar Francisco Joseli Parente Camelo, disse ser defensor do estado democrático de direito. Suas declarações aconteceram durante o discurso de posse na capital federal, com a presença de Lula, da presidente do STF, ministra Rosa Weber, e do Senado, Rodrigo Pacheco. O posicionamento demonstra que nem todas as Forças Armadas são simpáticas às manifestações no início de janeiro, avaliam analistas.

Visita

A bancada amazonense já se prepara para receber em Manaus o grupo que  trata da reforma tributária. Parlamentares virão para conhecer de perto o modelo ZFM, hoje o principal alvo das duas PECs que tramitam no Congresso Nacional. Todas as propostas não levam em conta as peculiaridades econômicas do Amazonas, que hoje sustenta 98% de sua receita na operação das mais de 500 empresas instaladas na capital. A possibilidade de extinção do IPI representa a grande ameaça contra a Zona Franca.

Desastres

E as chuvas não dão trégua em Manaus. Continuam causando estragos na periferia. Nos últimos dois dias, foram registrados novos desmoronamentos de terras em áreas de risco na capital. A Defesa Civil condenou pelo menos 76 casas, propensas a acidentes. A recente tragédia que se abateu sobre a cidade deixou oito mortos, outros feridos e dezenas de desabrigados e desalojados. O problema é que muitos insistem permanecer em localidades mais vulneráveis, dificultando as ações do setor público.

Respingando

Já se especula a possibilidade de respingar no Amazonas, principalmente em Manaus, a onda de violência que atinge Natal, capital do Rio Grande do Norte. Não faz muito tempo que os manauaras enfrentaram uma onda de terror, quando o crime organizado ateou fogo em ônibus e logradouro públicos, deixando a população em pânico. Mesmo não divulgando publicamente, as autoridades amazonenses trabalham medidas preventivas para que o vandalismo não volte a acontecer.

Derrocada

Efeito dominó. Investidores eliminaram quase U$ 500 bilhões do valor das ações de bancos em todo o mundo, na pior derrocada do sistema financeiro desde o início da pandemia de Covid-19. Os investimentos despencaram na esteira do colapso do Silicon Valley Bank. Os mercados globais dos Estados Unidos, da Europa e do Japão perderam coletivamente US$ 459 bilhões só este mês. A queda de 1,6% é a mais acentuada tomando como referência março de 2020. Economias mais ricas estão em polvorosa.

FRASES

“A principal função que recai sobre os meus ombros”.

Marcos Rotta, vice-prefeito, ao assumir a Casa Civil do município.

“Entendo a gravidade”.

MC Guimê, eliminado do reality BBB 23, por importunação sexual.

Redação

Redação

Jornal mais tradicional do Estado do Amazonas, em atividade desde 1904 de forma contínua.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário