Pesquisar
Close this search box.

Com visão de futuro, CIEAM celebra 44 anos e inaugura memorial dos ex-presidentes 

Compartilhe:​

Presidente do Conselho Superior, Luiz Augusto Rocha, se une aos conselheiros da entidade, onde a participação feminina cresce e aparece, e aos responsáveis pelas Comissões Setoriais, para prestar contas e destacar planos da nova gestão.

Liderança feminina 

O ponto alto de sua manifestação foi exaltar a presença cada vez mais numerosa de lideranças femininas, um verdadeiro tabu nas entidades de classe da indústria brasileira. Rocha fez questão de fazer um levantamento para reforçar seu argumento e satisfação. 

“Quero destacar a crescente participação feminina no CIEAM. Somos hoje onze líderes Mulheres em nosso Conselho. Pesquisei, mas não encontrei, em nenhuma entidade empresarial brasileira, um percentual tão alto de mulheres em seus conselhos. E precisamos de mais mulheres líderes, pois elas têm capacidade superior de realizar, e o fazem, com firmeza e dedicação, mas temperadas com doçura e beleza”. 

Comissões CIEAM: no dia a dia das empresas 

Outro registro especial do evento foi dado aos conselhos setorias, as Comissões CIEAM. Trata-se de uma ferramenta preciosa para a entidade conhecer, enfrentar e equacionar demanda pontuais das empresas, especialmente as que envolvem as cangalhas tributárias. Imaginem se não fôssemos uma Zona Franca.

Comissão CIEAM de Tributos: Moises Silva

Comissão CIEAM de Logística: Augusto César Rocha

Comissão CIEAM ESG: Régia Moreira

Comissão CIEAM de Segurança: João Mezari 

Comissão CIEAM de Recursos Humanos: Silvana Aquino

Comissão CIEAM de Assuntos Jurídicos: Victor Bastos

Comissão CIEAM Desenvolvimento e Inovação: Mariana Barrela

Comissão CIEAM de Assuntos Legislativos: Rebecca Garcia. 

“Este é um time forte e que realiza mais um trabalho voluntário, que tem sido fundamental para desenvolvermos e realizarmos as decisões do Conselho, mas também para ampliarmos nossos serviços e a atração de novos associados, garantindo, assim, o crescimento contínuo e aprimoramento de nossa atuação”, reforçou o líder empresarial.

Leia pronunciamento na íntegra: 

Caros Conselheiros do CIEAM, autoridades, demais membros da nossa valorosa comunidade industrial, funcionários, ex-funcionários, familiares, senhoras e senhores.

É com grande satisfação que nos reunimos hoje, para celebrar os 44 anos do nosso CIEAM. 

Ao longo de mais de quatro décadas, esta entidade tem sido de fundamental importância, agregando as principais lideranças da indústria amazonense, de forma competente e altiva, em defesa da segurança jurídica e do desenvolvimento econômico do polo industrial de Manaus e da região amazônica. 

Hoje é dia de agradecer, primeiro a Deus, que tudo nos concede. 

E é dia também de agradecer aos grandes líderes desta entidade. Todos que aqui estiveram fizeram o seu melhor, deixando, ao final de cada período, um legado pessoal.

Esta galeria de presidentes, hoje inaugurada, reconhece as contribuições de cada um deles. Suas realizações impulsionaram nosso setor industrial, colocando-o como referência. 

Se hoje podemos falar em sustentabilidade e inovação na Zona  Franca de Manaus, por exemplo, devemos agradecer, também, a estes grandes presidentes que aqui fizeram história. 

Seus nomes e retratos ficarão registrados para a posteridade, como forma de reconhecimento, a cada um deles, por suas contribuições.   

Nesta celebração, também queremos agradecer aos funcionários atuais e aos que já passaram por aqui. Além destes, colaboradores, consultores, prestadores de serviços, que dedicaram e dedicam, com suas habilidades e esforços, em prol do nosso propósito maior: o desenvolvimento sustentável da Amazônia e a melhoria da qualidade de vida de nossa população.

A eles, na pessoa de nossa funcionária decana, Genesse Freire, rendemos as nosas homenagens. Sem a colaboração de todos o CIEAM não seria o que é! 

Muito obrigado, presidente-executivo Lúcio Flávio. 

sua grande capacidade de trabalho, ao liderar esta equipe direta de seis pessoas – repito seis pessoas – fazendo com que pareçam 60! Obrigado Lúcio, meu querido amigo de tantas décadas! 

Destaco e agradeço ainda ao trabalho voluntário de nosso Conselho Superior – 46 homens e mulheres que diariamente participam, decidem, influenciam e ditam as direções por onde vamos. Muito obrigado, Conselho! 

Quero destacar a crescente participação feminina no CIEAM. Somos hoje onze líderes Mulheres em nosso Conselho. pesquisei, mas não encontrei, em nenhuma entidade empresarial brasileira, um percentual tão alto de mulheres em seus conselhos. 

E precisamos de mais mulheres líderes, pois elas têm capacidade superior de realizar, e o fazem, com firmeza e dedicação, mas temperadas com doçura e beleza. 

Outro registro especial foi dado aos conselhos setorias, as Comissões CIEAM. Trata-se de uma ferramenta preciosa para a entidade conhecer, enfrentar e equacionar demanda pontuais das empresas, especialmente as que envolvem as cangalhas tributárias. Imaginem se não fosse uma Zona Franca. 

Quero também fazer um agradecimento especial para os líderes das nossas Comissões CIEAM: 

Comissão CIEAM de Tributos: Moises Silva

Comissão CIEAM de Logística: Augusto César Rocha

Comissão CIEAM ESG: Régia Moreira

Comissão CIEAM de Segurança: João Mezari 

Comissão CIEAM de Recursos Humanos: Silvana Aquino

Comissão CIEAM de Assuntos Jurídicos: Victor Bastos

Comissão CIEAM de Desenvolvimento e Inovação: Mariana Barrela

Comissão CIEAM de Assuntos Legislativos: Rebecca Garcia. 

Este é um time forte e que realiza mais um trabalho voluntário, que tem sido fundamental para desenvolvermos e realizarmos as decisões do Conselho, mas também para ampliarmos nossos serviços e a atração de novos associados, garantindo, assim, o crescimento contínuo e aprimoramento de nossa atuação.

Finalizo, agradecendo a nossos familiares, de quem privamos tantas horas de convívio para aqui servir a nossa Indústria, o nosso Amazonas o e nosso Brasil. 

Muito obrigado Familias, muito obrigado Suely Rocha!  

Reforçamos aqui o nosso direito de manifestação: quem tem autoridade e conhecimento para falar pela Amazônia, pela nossa gente e pela nossa economia somos nós que aqui vivemos, geramos empregos, renda e vida digna para milhões de brasileiros.

E para realizar isso, ampliamos nossa comunicação e a tornamos nacional, como temos dito, muito além da enseada do marapatá. 

Hoje o CIEAM é a referência de nossa região, na interlocução com a grande mídia nacional.  Desta forma, nos mostramos ao Brasil e ao mundo, reforçando o compromisso com a ampliação do debate, mas colocando as verdades dentro da perspectiva da realidade que nós conhecemos, de nossa indústria e do nosso tecido social. Seguiremos na trilha determinada pelo nosso Estatuto e Conselho Superior, enfrentando os desafios que são e serão muitos, mas sempre fazendo o que for necessário para que possamos seguir fortalecendo a nossa indústria, preservando a Amazônia e contribuindo com a redução das desigualdades regionais do nosso Brasil. Muito obrigado.

Alfredo Lopes

Alfredo Lopes

Escritor, consultor do CIEAM e editor-geral do portal BrasilAmazoniaAgora

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

No data was found
Pesquisar