Pesquisar
Close this search box.

Com previsão para inaugurar em julho, nova fábrica de energia solar criará 600  empregos em Manaus 

Compartilhe:​

O Brasil está na 6ª posição no ranking mundial de produção de energia solar, com um acréscimo de duas posições em relação ao ano anterior. Em 2023, o país registrou uma capacidade operacional de mais de 37 gigawatts (GW), conforme levantamento realizado pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), com dados fornecidos pela Agência Internacional de Energias Renováveis (Irena). Além disso, o setor teve um crescimento significativo em termos de arrecadação, atingindo a marca de R$ 5,6 bilhões no mesmo período, o que representa um aumento de 49% em comparação com o ano anterior.

Seguindo a tendência em alta, a Livoltek Power Brasil, fabricante de equipamentos de energia solar, inaugura no segundo semestre sua primeira fábrica no Brasil de inversores fotovoltaicos, localizada em Manaus, no Amazonas. A unidade fabril produzirá uma variedade de produtos, incluindo carregadores para veículos elétricos e suas próprias ‘string boxes’, que oferecem proteção contra sobretensão e sobrecorrente, e serão compostas pelo chamado DPS (Dispositivo de Proteção contra Surtos Elétricos) e disjuntores próprios para aplicação em corrente contínua. A empresa confirmou que a data para a inauguração da planta está programada para quarta-feira (24/7) e o aporte financeiro ultrapassa os R$ 70 milhões. 

Com uma área total de 18 mil metros quadrados, a planta se tornará a pioneira na fabricação de inversores fotovoltaicos em larga escala no Brasil. Inicialmente, está planejada para abrigar oito linhas de produção, com espaço disponível para expandir até 24 linhas, possibilitando alcançar uma capacidade fabril de até 1,8GW quando estiver em pleno funcionamento.

“A Livoltek foi criada em 2021 para ser o ramo de energias renováveis do grupo Hexing, globalmente. Desde então, no Brasil, somos uma das 20 marcas mais conhecidas de inversores, com parcerias com distribuidores consolidados no país. Atuamos com a fabricação de inversores fotovoltaicos on-grid, híbridos e off-grid, sistemas de proteção e medição inteligente, baterias e soluções de carregamento para mobilidade elétrica”, explica Mateus Gomes, diretor comercial da companhia.

A empresa tem sua base na China e possui fábricas de equipamentos de energia solar na Indonésia e na África. Além disso, ela também mantém operações na Europa. Desde 2013, a empresa tem parceria com a Eletra Energy, uma das principais fabricantes de medidores de energia no Brasil. Localizada em Itaitinga, no Ceará, na região metropolitana de Fortaleza, a companhia emprega mais de 1400 colaboradores. Atualmente, é responsável por fornecer mais de 60% dos medidores padrão utilizados em todas as concessionárias de energia do país.

“Nossa empresa já apostou uma vez no Brasil, ao fundar a Eletra Energy no Ceará. Na época, muitos duvidavam da viabilidade de fabricar medidores no país com custo equivalente ao dos importados da China. Hoje, 12 anos após nossa chegada, conseguimos produzir localmente com um custo praticamente idêntico ao dos fabricantes chineses. Agora, nosso objetivo é replicar esse sucesso também no mercado de energias renováveis”, afirma Mateus.

A sede em Manaus, em plena capacidade, prevê gerar cerca de 600 empregos diretos. Para o início das operações em 2024, há previsão de contratar 250 funcionários, com atuação em dois turnos. À medida que a produção da fábrica crescer, novas posições e turnos serão adicionados. A Livoltek sugere que os interessados acompanhem suas redes sociais para ficar por dentro das vagas disponíveis à medida que forem abertas.

“Os candidatos devem enviar seus currículos para o e-mail [email protected] (colocar no assunto o nome da vaga aberta e localidade Manaus), ou podem entregar currículos impressos na portaria. Para os anúncios das vagas, estamos finalizando a aprovação das primeiras contratações previstas para julho”, explica Mateus.

(FOTO) 

Belém é a capital brasileira com maior demora para abertura de empresas, aponta pesquisa 

Segundo o Mapa das Empresas, uma ferramenta disponibilizada pelo governo federal sobre registro de empresas, em 2023 foram abertas mais de 3 milhões de empresas em todo o Brasil, o que representa um aumento de 0,7% em relação ao ano anterior. Apesar do número positivo, por outro lado, no mesmo ano houve um aumento de 25,7% no número de empresas fechadas, se comparado com o ano de 2022. 

A pesquisa de 2023 mostra que o tempo médio para a abertura de uma empresa no país foi de 1 dia e 3 horas, refletindo uma queda de 6,9% em relação ao segundo quadrimestre do ano. Na comparação entre as capitais, Vitória, no Espírito Santo, foi a mais rápida, com apenas 2 horas para abrir uma empresa, enquanto Belém, no Pará, teve o desempenho mais lento, com uma média de 2 dias e 5 horas.

KFC e mais sete novas operações chegam ao Amazonas Shopping em breve 

Nos próximos meses, o Amazonas Shopping receberá oito novas operações comerciais, divididas entre lojas, restaurantes, áreas de diversão para as crianças e serviços. A principal novidade fica por conta da chegada da rede de fast-food americana Kentucky Fried Chicken (KFC), famosa pelo frango frito. 

A Alameda Gourmet ganhará o reforço do Restaurante Porteira Picanharia, e também começarão a funcionar no shopping a Gelato Borelli, a Natura, a MayCase e a Loja da Onça, do Amazonas Futebol Clube. Para as crianças, o parque Spikilik oferecerá diversas opções lúdicas. A Soul Barbearia abrirá com vários serviços para o público masculino. Dá pros pais deixarem as crianças brincando enquanto cortam o cabelo e, depois, almoçar todos juntos! Comodidade é tudo!

RÁPIDAS & BOAS 

De 20 a 24/5, ocorrerá a ‘Semana do MEI’, uma iniciativa do Sebrae para capacitar e orientar microempreendedores individuais e incentivar a formalização. Além de programações presenciais promovidas pelas unidades do Sebrae nos estados, há ainda palestras e oficinas online, transmitidas ao vivo nas redes sociais da entidade. Para informações e inscrições, basta acessar o link (https://encurtador.com.br/DJNW6). 

******************************************

Nos dias 22 e 23/5, a partir das 9h, no auditório da Federação do Comércio do Amapá (Fecomércio-AP), localizado no Centro de Macapá, ocorrerá a 2ª Jornada de Integração Regional e Interiorização do Desenvolvimento do Amapá, uma iniciativa gratuita promovida pela Suframa. As inscrições estão disponíveis pelo endereço eletrônico (https://encurtador.com.br/pwEUW). 

******************************************

Vão até sábado (25/5) as inscrições para concorrer ao edital que disponibiliza nove vagas destinadas ao curso de mestrado e nove vagas para o doutorado em Agronomia, na área de concentração em Produção Vegetal. Ambos os cursos são coordenados pelo Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Posagro). As inscrições podem ser feitas por meio do link (https://encurtador.com.br/mtvT5). 

******************************************

Estão abertas até segunda-feira (27/5) as inscrições para o ‘Tech Fellow’, programa de bolsas da Fundação Estudar para estudantes brasileiros (as) que pretendem estudar na área de tecnologia nas melhores universidades do Brasil e do mundo. Esta edição conta com a parceria do Nubank,  e o apoio financeiro do ‘Tech Fellow’ cobre até 95% dos custos com o curso e outras despesas relacionadas. Segue link para outras informações e inscrições (https://encurtador.com.br/abvyZ). 

Cristina Monte

Cristina Monte

Cristina Monte é articulista do caderno de economia do Jornal do Commercio. Mantém artigos sobre comportamento, tecnologia, negócios.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

No data was found
Pesquisar