12º Batalhão de Suprimento

Compartilhe:​

Garantindo a prontidão logística na Amazônia Ocidental

Com mais de meio século de existência, o 12º Batalhão de Suprimento é o Órgão Provedor da Área da Amazônia Ocidental e tem a missão de realizar a Função Logística Suprimento na área do Comando Militar da Amazônia (CMA), sob o gerenciamento da 12ª Região Militar (12ª RM), contribuindo para a manutenção da prontidão logística.

O Batalhão tem, no rol de suas atividades finalísticas, a aquisição, o recebimento, o armazenamento, o controle e a distribuição de itens de suprimento para atender a 64 Organizações Militares, 23 Pelotões Especiais de Fronteira e à Operação Acolhida. Entre os diversos tipos de suprimento, estão: alimentos, fardamento, armamento, munição, medicamentos, material de comunicações e de motomecanização.

Os suprimentos das diversas classes são armazenados em depósitos especializados, como câmaras frigoríficas e paióis de munição. Especial atenção é dada aos controles qualitativos e quantitativos dos suprimentos e sua forma de armazenagem.

Para garantir a qualidade no recebimento dos gêneros de alimentação adquiridos dos fornecedores, a Organização Militar (OM) conta com um Laboratório de Inspeção de Alimentos e Bromatologia (LIAB), com a capacidade de realizar análises físico-químicas, microbiológicas e bromatológicas dos alimentos. O referido Laboratório possui a cerificação da Norma ISO 9001:2015, o que lhe garante a qualidade das análises e a padronização dos processos.

A distribuição dos itens de suprimento, de maneira adequada e oportuna, é realizada por quatro Eixos Principais de Suprimento: a BR-174 (modal rodoviário), utilizando meios da própria OM; e os Rios Negro, Solimões e Madeira (modais fluviais), executados com meios de transporte do Centro de Embarcações do CMA (CECMA).

Em 1996, foi criado o Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR), com o objetivo de formar o oficial temporário do Serviço de Intendência para atender às Organizações Militares do CMA. Anualmente, o NPOR do 12º B Sup incorpora 30 (trinta) alunos e forma cerca de 25 (vinte e cinco) Aspirantes a Oficial de intendência.

No ano de 2019, o 12º B Sup comemorou seu Jubileu de Ouro (50 anos) e, na oportunidade, recebeu a denominação Histórica: “Batalhão Marquês de Pombal” e a concessão de seu Estandarte Histórico.

Nascido em 13 de maio de 1699, em Lisboa, Sebastião José de Carvalho e Melo, o Marquês de Pombal, foi um estadista português, nobre e diplomata, que teve grande influência sobre o Reino de Portugal e as suas colônias. Sua profícua gestão ficou conhecida como “Período Pombalino”, com inúmeros reflexos positivos no Brasil e, particularmente, na região Amazônica, com consequente desenvolvimento da logística da área.

Falecido em Pombal, em 8 de maio de 1782, essa importante personalidade da História Brasileira fez-se merecedor desta singela homenagem, emprestando seu título nobre para a denominação histórica do 12º B Sup.

Além das atividades logísticas, a Unidade desempenha, também, o recebimento, armazenamento e a destruição de explosivos, munições e produtos controlados apreendidos pela Seção de Fiscalização de Produtos Controlados Regional, em cooperação com o Tribunal de Justiça do Amazonas.

Sabemos das dificuldades que envolvem fazer logística na Amazônia, enfrentando os desafios gigantescos impostos pelas constantes fisiográficas da Região. Tal situação exige dos integrantes dessa Organização Militar ímpar do Exército Brasileiro criatividade, flexibilidade, espírito de corpo e resiliência, a fim de garantir um apoio completo e de qualidade a todos os elementos apoiados por suas tropas.

SUPRIR! SELVA!

Para saber mais sobre as atividades do 12º B Sup, acessem as mídias sociais nas plataformas Instagram e Facebook.

Você sabia…

Que a história do 12º Batalhão de Suprimento teve início em 6 de agosto de 1969, data de seu aniversário, quando foi criado o Estabelecimento Regional de Subsistência da 12ª Região Militar (ERS/12). Em 19 de setembro de 1969, o ERS/12 foi instalado no antigo Depósito Geral de Manaus, na península de São Vicente, às margens do Rio Negro, onde permaneceu até julho de 1970, quando se mudou para a atual sede, no bairro Santo Antônio.

A partir de setembro de 1976, o ERS/12 foi transformado em Depósito Regional de Subsistência (DRS/12), tendo em seu aquartelamento, ainda, as instalações do Depósito Regional de Material de Intendência (DRMI/12) e a Companhia de Depósito de Subsistência (12ª CDS), que eram unidades semiautônomas. A 12ª CDS foi aglutinada ao DRS/12, em 1979, sendo, assim, extinta.

Havia, também, na Vila Militar do Bafururu, o Depósito Regional de Material de Saúde (DRMS/12). Em 5 de dezembro de 1990, os DRS/12, DRMI/12 e DRMS/12 foram extintos, aglutinando-se e transformando-se no 12º Batalhão de Suprimento.

Na mesma data, o 12º Pelotão de Remuniciamento, situado no Km 54 da rodovia AM-010, em Rio Preto da Eva, foi extinto, sendo o seu pessoal, acervo material, documental, instalações e atribuições absorvidos pelo 12º B Sup, transformando-se, então, na 2ª Companhia de Suprimento da Unidade.

CMA CMA

CMA CMA

Qual sua opinião? Deixe seu comentário