30 de junho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Caderno: Espaço Liberdade

Escrever para jornal

Muitos dos grandes escritores escreveram para jornais, dentre eles, podemos elencar, sem pestanejar, Machado de Assis, Clarice Lispector, José Saramago e o próprio Dostoiévsk. Não que tenha algo de diferente, que quer que seja, é meramente analítico, porém me dá a pena ática a sensação de que estou num lugar familiar para a minha essência de escritor. A ansiedade de ir a uma banca de revistas, procurar pelo jornal e abrir na página, procurar pelo meu texto e ler de novo é muito gostosa. Vez ou outra, a contragosto, até a achar algum erro.  A sensação, na verdade, é que

Os olhos de Beatriz

Quando a encontrei pela primeira vez no Salão Rio Solimões, soube de imediato que era a mulher certa. A cada dia, mais e mais, fui me apaixonando. E a me embebedar cada vez mais com ondas intensas daquele olhar, fui me apaixonando e começamos a namorar pouco tempo depois. Bia, como gosta de ser chamada, é uma garota muito especial para mim. É um daqueles cometas raros que surgem de século em século e deixa um rastro de alumbramento por onde passa.  Desci do palco e andei pelas mesas enquanto procurava ajuda para arrumar a minha gravata. A encontrei por lá,

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2020/1%20SEM/02%20Fevereiro/07/z%20cafe.jpg

Isso foi bom ou ruim?

Ainda no século 19, o município de Manaus fora o epicentro da economia na Amazônia, quiçá do Brasil, por um momento

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2020/1%20SEM/01%20Janeiro/17/cpro%20421.jpg

O encanto da Lua

zilhões de estrelas que piscavam intermitentes na escuridão. Do outro a Lua, uma Lua imensa que mais parecia o Sol

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2020/1%20SEM/01%20Janeiro/13/cpro%20722.jpg

Uma data esquecida

num casarão na rua da Instalação, o paraense João Batista de Figueiredo Tenreiro Aranha instalou a província do Amazonas