3 de dezembro de 2021
é doutor em Ciências do Ambiente / Economia Ambiental – Universidade Federal do Amazonas
é doutor em Ciências do Ambiente / Economia Ambiental – Universidade Federal do Amazonas

Sérgio Gonçalves

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2019/2Sem/09Setembro/01/sergio%20goncalves%20perfil.jpg

O invisível salta aos olhos

Tive a impressão que o Norte do Brasil como um todo, ficou um pouco silencioso

Diplomacia ambiental e o campo da sustentabilidade

Não é de hoje que se defende a necessidade de planejar atividades rurais incorporando variáveis ambientais, como um processo evolutivo e irreversível, de modo a identificar ameaças e oportunidades em prol de um crescimento com sustentabilidade. A partir disso devem surgir instrumentos de política e fortalecimento institucionais que deveriam ordenar essas práticas.   No entanto no mundo real o embate ainda persiste, como se um não complementasse o outro. Isso praticamente é desconsiderar um enorme acervo de trabalhos científicos, pronunciamentos políticos locais e sobretudo o agrupamento formal e informal de indivíduos que propõem soluções, como forma de corrigir essas falhas.

Crise florestal e transparência

Praticamente em toda minha experiência profissional tenho observado o esforço de governos e não governos, seja no âmbito federal e/ou estadual, para o aumento de esforços para conservação da Amazônia, por meio de iniciativas de estímulo ao manejo florestal de base madeireira e não madeireira, ampliação de mecanismos de comando e controle em detrimento da exploração predatória de madeira e do desmatamento. E certo que tivemos avanços recentes em termos de instrumentos de políticas, tais como Lei de crimes ambientais, Novo código florestal, Lei de Gestão de Florestais públicas e as concessões florestais, entre outros, que estimularam também a ampliação

Dia mundial do meio ambiente, sustentabilidade ambiental e desafios na gestão florestal no Amazonas

O uso dos recursos naturais no processo produtivo se confunde com a própria existência da humanidade. Esse sentimento aflora com mais vigor no dia mundial do meio ambiente. Em termos de Amazonas, torna-se desnecessário comentar sobre suas florestas, desafios, oportunidades, enfim, tudo que se alerta nesta semana do meio ambiente por diversas instituições locais. Há meu ver, entre outros, o fato de nosso exuberante Estado não possuir formalmente e institucionalizada uma política florestal, acaba por sua vez dissociando as boas intenções produtivas e conservacionistas dos recursos da floresta, em um Estado ainda carente de elementos básicos à sobrevivência de significativa