3 de dezembro de 2021
Escritor, consultor do CIEAM e editor-geral do portal BrasilAmazoniaAgora
Escritor, consultor do CIEAM e editor-geral do portal BrasilAmazoniaAgora

Alfredo Lopes

https://www.jcam.com.br/Alfredo Lopes.jpg

E agora, José Márcio Mendonça ?

José Márcio Mendonça, mineiro de Guarani, um dos mais qualificados jornalistas da chamada velha guarda, nos deixou esta madrugada, por insuficiência respiratória. Vai-se um “brasilianista” com 45 anos de foco em assuntos brasileiros de Política e Economia. Fica um legado de rigor e talento no trato da informação e, para nós da Amazônia, um lamento por sua partida. Aqui, contávamos com sua colaboração no desafio de mostrar o Brasil o que que a Amazônia tem pra oferecer e o Amazonas para relatar na bem sucedida contrapartida fiscal de sua economia. “O bom jornalista é aquele que busca se antecipar as

https://www.jcam.com.br/Upload/noticias/Alfredo Lopes.jpg

USP, ensino e aprendizagem na Amazônia

Artigos publicados em revistas internacionais, temáticas da gestão da Amazônia, privilegiando as bases da bioeconomia e tecnologia da informação e comunicação, foco nos gargalos do Polo Industrial de Manaus, empreendedorismo social e prioridade na inovação, são alguns dos avanços dignos de celebração do primeiro ano da preciosa parceria entre UEA, Universidade do Estado do Amazonas e a USP, Universidade de São Paulo, para exaurir frutos da relação entre economia e academia, neste momento de adversidade inquietante que o Brasil atravessa. Em que medida o exercício acadêmico, no âmbito das universidades, é capaz de repensar o cotidiano e construir formatos e

https://www.jcam.com.br/Alfredo MR. Lopes.jpg

Ecologia, o futuro da economia da Amazônia

A Folha veio a Manaus, nesta segunda-feira, com o propósito de “debater o Futuro da Amazônia”, com a manifestação de algumas autoridades regionais, escolhidas pelo critério dos patrocinadores, naturalmente. E veio, com certeza, atrás de novos formatos jornalísticos que afugentem o esvaziamento global dos grandes veículos de comunicação por aí afora dessa mudança de parâmetros e velocidade da informação . Todos estes veículos estão em vias de encerrar suas atividades editoriais. Como grande jornal, a Folha será sempre bem vinda, sempre e quando, porém, o propósito seja o de integrar esta economia de acertos e incompreensões a uma política nova