Pesquisar
Close this search box.

 Os titulares da Sedecti e da Sema não tem substituto ou a intenção é continuar enrolando o ZEE?

O governador Wilson Lima já deixou bem claro que quer o ZEE do Amazonas. Não saiu no primeiro mandato, por culpa da Sema que não priorizou, mas vai fazer agora no segundo. Será que a Sedecti e a Sema (titular e vice do comitê) que comandam o tema já recomendaram a contratação da empresa que vai atualizar o ZEE do Purus e fazer das demais regiões? Qual o nome da empresa? Já estamos chegando em abril! Se tiverem dúvida, chamem os dois profissionais da Ufam que ajudaram a concluir o ZEE de Roraima. Estão aqui, na Ufam! Ali perto do Inpa, antes do Supermercado Vitória e do Baratão da Carne. Sema e Sedecti, agora Sedecti e Sema não podem, em mais um mandato, deixar de atender a determinação do governador, pois ele já sabe os benefícios que o ZEE (Zoneamento Econômico Ecológico) vai gerar ao gigante Amazonas, em especial aos que passam fome. Vou cobrar TODA SEMANA! Repito, já foi contratada a Empresa que vai fazer o ZEE do Amazonas? Está cheio de recurso internacional chegando, já devolvemos no passado, vamos focar em outra coisa de novo e enrolar não atendo o que vem do governador? Pauta para a deputada Joana Darc que é presidente da Comissão de Meio Ambiente, ZEE faz parte da política ambiental.

Adiaram reunião do ZEE. Que absurdo!

Assim fica difícil desenvolver o Amazonas, em especial o interior onde não tem o PIM/ZFM. Soube que adiaram a reunião da última quinta-feira sobre o ZEE do Amazonas. O titular da Sedecti estava em Brasília tratando de reforma Tributária. O titular da Sema, em Nova York, na ONU, acompanhando o governador tratando sobre o tema “ÁGUA”. E o caboclo que tem no ZEE a única esperança de aproveitar, legalmente, as potencialidades regionais, ter documentos e acessar o crédito rural e melhorar de vida, como é que fica? Esses titulares não têm substitutos? ZEE tem reflexos nos temas “água” e “reforma tributária”. Vai ajudar nesses dois temas, então, de grandíssima importância.

Relembrando o assunto ZEE no AM

  • Antes do governador Wilson Lima assumir, este assunto ZEE já vinha sendo enrolado pela área ambiental em todos os governos passados, desde o governo do Eduardo, pela área ambiental. ZEE é uma política ambiental;
  • Quando Wilson assumiu, fiquei três meses no governo, na Sepror, e fui duas ou três vezes na Sema para agilizar o ZEE porque era compromisso de campanha e por saber a importância desse instrumento ao Estado;
  • Passou 2019, 2020 e em 02/03/2021, veio o Decreto 43.502 passou para a Sedecti o assunto, ficando a Sema como coadjuvante;
  • Fica fácil perceber que a Sema nada fez em 2019, 2020, até março de 2021. A razão? não sei! O governador determinou, mas nada foi feito;
  • Semana passada, dia 22/03/2023, depois de 2 anos do novo decreto, a reunião foi adiada pelos motivos acima citados.

Inaceitável! A Aleam não pode ficar calada! Isso trava, ainda mais, nosso desenvolvimento. Sem ZEE continuamos “atirando” para todos os lados de olhos fechados. Quem paga a conta é quem passa fome, não somos nós que temos salários.

Ao assumir, o Pauderney disse que quer um interior pujante e produtivo, mas adiando a reunião do ZEE vamos demorar ainda mais para dar uma vida melhor para quem vive no interior. Quem acompanha meu blog sabe que defendia a mudança para a Sedecti porque na Sema não sairia NUNCA. Minha esperança ficou renovada quando foi para a Sedecti. Angelus focou no assunto, mas deixou o governo. Pauderney falou no discurso de posse no tema, mas não pode permitir adiamento. Cada secretaria tem substituto. Já estamos quase em ABRIL. Já tem empresa contratada para fazer o ZEE do Amazonas? Isso passa por processo licitatório. Tem dinheiro a rodo do Fundo Amazônia. Desculpe ser insistente, mas sei o quanto é importante o ZEE. 

28.03.2023Thomaz Antonio Perez da Silva Meirelles, servidor público federal aposentado, administrador, especialização na gestão da informação ao agronegócio. E-mail: [email protected]

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

No data was found
Pesquisar