Pesquisar
Close this search box.

Lições do Governo da Coreia do Sul com a 5G

A Coreia do Sul (CS) é país líder na adoção da tecnologia 5G, então o que podemos aprender com o seu Governo Nacional?

As principais autoridades do Brasil não estão levando a sério o PNE <https://bit.ly/39hzyMo>, a Indústria 4.0 <https://bit.ly/3iOu3ub>, a e-mobilidade <https://bit.ly/39HqT5W>, a transição rumo as energias renováveis, e a adoção da 5G <https://bit.ly/3m5ZcLR>, o que é muito triste, pois trariam benefícios para competitividade, meio ambiente, cadeia produtiva, consumidores e população.

Após perder mais de 600 mil vidas preciosas, desperdiçar recursos e tempo com disfunções burocráticas, fake news, negacionismo e distrações inúteis que em nada contribuem para beneficiar maioria da população (copa das copas, kit gay, golden shower, doutrinação nas escolas, ataques as universidades, OMS, máscaras, vacinas, urnas, 7/9, etc), o Governo Federal, com muito atraso, por meio da ANATEL, marcou para o dia 04/11/21 o Leilão do 5G, isso após seis demorados meses de análise no TCU.

Enquanto o país está um caos e patina no que deveria ser prioritário no debate do dia a dia com os principais atores da população, a tecnologia 5G já está disponível em 1662 cidades de 65 países <https://bit.ly/3ljFMAR>. E para a Opensignal <https://bit.ly/3Ea7wRd>, a CS é um dos líderes na adoção dessa tecnologia, então o que podemos aprender com eles?

Primeira lição) Iniciativa e liderança do Governo Nacional

A CS iniciou corrida rumo a era 5G em 2008, a partir de uma série de memorandos de entendimentos assumidos pelos gestores do Governo Nacional, bem como acordos de cooperação com parceiros domésticos e internacionais, a fim de explorar potenciais padrões técnicos e promover um acordo global mediante um conjunto de regras e melhores práticas para o seu desenvolvimento <https://bit.ly/3kFFvJy>. 

Uma série de iniciativas aconteceram com destaque para: 

a) 2013: em maio lançou o Fórum 5G para iniciar debates formais sobre a estratégia nacional 5G, apontando membros de instituições públicas e privadas;

b) 2015: criou o Comitê de Promoção da Estratégia 5G Sul Coreano, composto por membros chaves dos setores público e privado, os quais liderados pelo Governo Nacional, se encontram a cada 6 meses para: discutir a situação das políticas do governo para a promoção da 5G, ouvir e rever as dificuldades do setor privado, bem como propor plano para o futuro da 5G no país. Como resultado, eles apresentaram a ambiciosa Estratégia 5G+ que aspira desenvolver indústrias chaves capazes de gerar novos serviços, resultando em: 

b1) 10% de expansão do mercado global em 2022 e 15% em 2026; b2) $10 bi em exportação em 2022, saltando para $73 bi em 2026; b3) criação de 100 mil postos de trabalho em 2022, saltando para 600 mil em 2026; b4) US$ 152 bi em produção nacional bruta até o ano de 2026; b5) fortalecimento de dez indústrias chaves produtoras de: CCVT inteligentes, dispositivos vestíveis, aparelhos VR-AR, equipamentos de rede, nova geração de smartphones, drones do futuro, robôs conectados, 5G V2X para carros, segurança da informação e computação de ponta; b6) fortalecimento de cinco serviços chaves: conteúdos imersivos, fábricas inteligentes, veículos autônomos, saúde digital e cidades inteligentes <https://bit.ly/2XU3rR0>; b7) construir 30 mil fábricas inteligentes em todo o país até 2025, sendo que em 2020 já tinham 17800 fábricas com esse perfil;

c) Novembro a Dezembro de 2017: 

O comitê presidencial da quarta revolução industrial foi criado e considerou 5G como parte da economia conectada, inserida nos três pilares da 4a revolução industrial (Big Data+Network+AI). O Governo Nacional anunciou que iniciaria os leilões de espectro 5G para operadoras móveis locais em jun/18. O Ministro de Ciência e TIC informou que o espectro de 3,5 GHz e 28 GHz seria leiloado um ano antes do anunciado;

d) Maio a Dez/2018: anúncio da emissão do espectro (Maio/18), leilão de banda larga de frequência 5G (jun/18, o primeiro do mundo), emissão da certificação 5G (out/218), lançamento de serviços 5G para B2B, emissão de energia com frequência de 5G (dez/18);

e) Abril/19: a CS foi pioneira em lançar uma rede nacional de 5G para smartphones em 03/04/19. Ao final de 2019, serviços 5G estavam presente em 85 cidades coreanas, sendo que a meta da administração do Presidente Moon é alcançar 100% de cobertura doméstica até o final de 2023;

f) até 2022: incentivos e investimentos do Governo Nacional na ordem de $ 27 bi serão alocados até 2022 para implementar a Estratégia 5G+ <https://bit.ly/3o9dg83>.

Segunda lição) Governo Nacional agiu como integrador

Envolvendo todos os stakeholders relacionados com o ecossistema 5G. Neste artigo <https://bit.ly/3kFFvJy>, o leitor tem acesso aos principais atores, as responsabilidades de cada um, os objetivos e os métodos.

Terceira lição) Apoio dos parceiros chaves

Institutos de Pesquisa e Universidades como a Nacional de Seul e Hanyang estão realizando projetos de pesquisa de larga escala relacionados com tecnologia 5G, como por exemplo, sua aplicação na saúde digital, incluindo telemedicina. Aqui vale a pena relatar que desde 2019 já há acordos entre empresas e universidades de lá para desenvolver tecnologias 6G <https://bit.ly/3AU4Uok>.

A Assembleia Nacional aprovando recursos, projetos de lei ou medidas para prover incentivos fiscais, bem como aperfeiçoar a estrutura legal e a regulamentação para atender as demandadas da tecnologia 5G, etc…

O sucesso básico da Coreia do Sul com a 5G está sustentado na: 1) construção nacional e integrada de uma visão e estratégia de longo prazo, com metas, responsabilidades, métodos, fundos, incentivos que permitam pavimentar o caminho para o setor privado inovar e desenvolver o ecossistema; 2) liderança do Presidente e Ministro de Ciência e TIC; 3) colaboração interministerial e de outros atores públicos; 4) formação de parcerias; 5) atualização e melhoria da estrutura legal; 6) aceleração do leilão público; 7) assistência por meio de incentivos, investimentos, P&D; 8) avaliações periódicas das metas e indicadores ao longo do tempo; 9) melhoria contínua da qualidade da educação da população.

Conclui-se que tudo isso está faltando no Brasil.

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

No data was found
Pesquisar