Se você quer, você pode; basta sua força de vontade

Pensamento é vibração do espírito, é manifestação da inteligência, é poder espiritual, ensina o Racionalismo Cristão. O pensamento é a mola propulsora que pode impulsionar os seres humanos para o sucesso ou para o insucesso. Portanto, ser otimista é fundamental.
Os projetos que as pessoas querem implementar neste mundo devem ser precedidos por pensamentos que promovam ideias e imagens construtivas. Nesse processo mental, são traçadas as estratégias e avaliados os recursos necessários e disponíveis à implantação e execução do que foi planejado, que irão exigir ações e decisões que tenham por objetivo a efetiva concretização do que foi inicialmente pensado.
A capacidade criativa dos seres humanos exige o uso do motor das realizações e transformações, que é a força de vontade, acompanhada de perseverança e determinação. Os projetos humanos de evolução espiritual e progresso material estão intimamente ligados aos inatos atributos espirituais, todos movidos pela inteligência orientadora dos demais, como o raciocínio, a lógica e a capacidade criativa, e às faculdades espirituais das vocações e habilidades escolhidas em campo astral para essa finalidade.
Quem se acha incapaz de realizar qualquer coisa que lhe passe pela cabeça é porque carrega no subconsciente o desânimo, desconhece a força de vontade como poderosa alavanca dos empreendimentos. Insegurança e ideias pessimistas povoam os pensamentos das pessoas que não acreditam nelas próprias, que não confiam na força espiritual de que são dotadas.
A falta de energia anímica dificulta a execução de qualquer projeto que o espírito tenha concebido no campo de estágio. Neste plano físico, além do querer fazer, é necessário que o ser humano tenha o equilíbrio psíquico ajustado à realidade da vida, porque sempre irão surgir obstáculos a serem transpostos no dia a dia, pois fazem parte do viver na Terra.
Todos podem ser bem-sucedidos em seus objetivos evolutivos, desde que usem de forma adequada o livre-arbítrio, pois as más escolhas dificultam ou até impedem que eles sejam alcançados, como de igual forma afirmamos que a força de vontade aliada ao pensamento vibrado com acerto é o grande exercício educacional de que a humanidade precisa.
Os seres humanos em geral perdem tempo com procedimentos que não são construtivos para a evolução, a exemplo da maledicência, da inveja e da cobiça. São vícios de natureza moral que dificultam a percepção das boas intuições e a expressão de sentimentos elevados, pois ficam espiritualmente insensibilizados pela materialidade exacerbada de que são portadores.
Aos pessimistas que só acreditam em derrotas dizemos que nunca é tarde para recomeçar, porque espírito não tem idade. O passar do tempo revela sua lógica cronológica apenas neste mundo físico. Para a Inteligência Universal — e os seres humanos são emanações individualizadas desse Grande Foco em evolução na Terra — há no campo astral, com respeito a espaço e tempo, uma espécie de presente eterno.
Ao se voltarem para as questões ligadas à espiritualidade, as pessoas descobrem que têm atributos e faculdades adequados às necessidades evolutivas, que existem leis transcendentes que equilibram e harmonizam o Todo Universal, do qual são parte integrantes, e que a eliminação de maus pensamentos e sentimentos são fundamentais ao viver disciplinado.
Ao despertarem para a espiritualidade, os seres humanos certamente aproveitarão a existência em curso, cumprindo a finalidade a que vieram à Terra: crescer espiritualmente, valendo-se de forma prudente e segura dos meios materiais que esse mundo de escolaridade oferece a todos sem qualquer distinção.

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário