Avaliação dos 1.324 dias de Governo Bolsonaro (parte 1)

Este ano, 156.454.011 eleitores de 5570 cidades estarão aptos para votar. E como hoje completa 1324 dias de gestão do Governo Bolsonaro, o artigo avalia o desempenho deste governo em relação a sete promessas feitas em 2018 pelo Capitão e sua tropa.

A análise do desempenho será feita com base racional e nas promessas feitas em 2018 para a população, registradas no TSE. Então confira as Propostas do Plano de Governo do Deus Acima de Todos <https://bit.ly/3uGouCn> e acompanhe a análise:

P1) Propomos um governo decente, diferente de tudo aquilo que nos jogou em uma crise ética, moral e fiscal. Um governo sem toma lá-dá-cá, sem acordos espúrios. 

Parecer e justificativa) Reprovado! Bolsonaro e seus generais deram continuidade a cleptocracia, com práticas do toma lá-dá-cá via orçamento secreto <https://bit.ly/3JVHqVs>, governando com políticos réus e/ou condenados do Centrão, que roubaram o Brasil junto com turma de Lula (PT), Temer (MDB) e Pedro Correa (PP): Ciro Nogueira <https://bit.ly/3QMvV4Y>, Valdemar Neto e Roberto Jefferson <https://bit.ly/3QpHYp2 e https://bit.ly/3Aq2eRW>, Arthur Lira <https://bit.ly/3dl7Nrt>…

P2) Devemos ser fraternos! Ter compaixão com o próximo, uma Nação fraterna e humana, com menos excluídos; P3) Segurança será nossa prioridade; P4) Nossa estratégia será as mesmas ações que funcionaram nos países com crescimento, emprego, baixa inflação, renda para os trabalhadores e oportunidades para todos. 

Parecer e justificativa) Reprovado! Número de casos de violência contra lideranças políticas cresceu 335% <http://glo.bo/3bTROAk> com diversos registros de bolsonaristas envolvidos em confusão e/ou crimes violentos. 

Os últimos Relatórios do Anuário Brasileiro de Segurança Pública <https://bit.ly/3QHAZHC> traçam um duro retrato de diversos casos de violência no país, especialmente contra minorias. Além disso, o último Anuário aponta crescimento de 473% de registros de armas com caçadores, atiradores e colecionadores, entre 2018 e 2022. E ao contrário ao que se entende por Segurança, Fraternidade e Estatuto do Desarmamento <https://bit.ly/3drU3LH>, medidas favoráveis ao armamento aumentaram lucros de empresas que vendem armas e têm favorecido milicianos <https://bit.ly/3QtBlSr> e traficantes, incluindo criminosos do PCC <https://bit.ly/3w6LdcM>.

Segundo o IBGE, a renda média mensal domiciliar caiu de R$ 1.454 em 2020 para R$ 1.353 (- 6,9%) em 2021, o pior da série histórica <https://bit.ly/3JZYz0i>. E estudos apontam aumento da pobreza e de miseráveis no Brasil <https://bit.ly/3SPEsWz e https://bit.ly/3w5FNyu> com recorde no número de brasileiros sem condições de se alimentar, em um país que exporta muitos alimentos <https://bit.ly/3Ay19rj  e https://bit.ly/3dyoHmL>.

P5) Faremos os ajustes necessários para garantir crescimento com inflação baixa e geração de emprego. 

Parecer e justificativa) Reprovado! Segundo estudos da Agência de Risco Austin Rating: a) entre as 15 maiores economias do mundo, em termos do crescimento do PIB, o Brasil tem perdido quatro posições desde 2017, caindo do 8o lugar, para o 13o lugar em 2021, com valor abaixo do mundial <http://glo.bo/3dAKmdK e https://bit.ly/3w5JqV8; b) a Economia no Governo Bolsonaro é a pior em quatro décadas <https://bit.ly/3w6Yu5a>.

E segundo projeções do Banco Mundial, o PIB do Brasil fechará 2022 como um dos piores do planeta (entre 170 países), perdendo apenas para Mianmar e Guiné Bissal <https://bit.ly/3SSzB6N>. 

Desde 2019, a inflação acumulada e a taxa de desemprego têm batido recordes, ultrapassando a taxa de 10%, <https://bit.ly/3QI9MVl>. Desde 2020, os preços estão subindo, afetando os mais pobres, e relatórios do Dieese apontam para aumento do valor da cesta básica ao longo do tempo na maioria das 17 capitais, cujo valor médio aumentou 48,3%, passando de R$ 482 em fev/2019 para R$ 715,65 em fev/2022. Por exemplo, 6kg de carne que custavam em média R$ 151,8 em fev/19 passaram a custar R$ 265,62 em fev/22, um aumento de 74,98%. Além disso, o aumento da variação do valor do preço de 7,5 litros de leite e de 3kg de arroz, no mesmo período, foi respectivamente de 26,05% e 26,37%, sendo que o salário mínimo nesse período aumentou 21,44% <https://bit.ly/3bSlBJT>.

E estudo feito pela consultoria Tullef Prebon, divulgado em maio/2022 <http://glo.bo/3SUXg6T> revelou que este ano o salário mínimo perde poder de compra pela primeira vez desde o Plano Real.

P6) Faremos um Governo Liberal Democrata

Parecer e Justificativa) Reprovado! A maioria esmagadora das reformas liberais prometidas pelo ministro Guedes não saiu do discurso. Para se ter ideia, até out/21, pela falta de apoio, caíram fora da barca furada, cerca de 21 membros da equipe conhecida como os “Chicago Oldies” –uma alusão aos Chicago Boys <https://bit.ly/3w6veeV>. Ora, um cidadão, incluindo empresário ou investidor, que em 2018 acreditou nas promessas de um governo liberal liderado por militares nacionalistas acostumados a mamar alto nas testas do Estado, simplesmente não aprendeu as lições da História do Brasil.

P7) Saúde e Educação serão nossas prioridades.

Parecer e Justificativa) Reprovado! Ambas as pastas sofreram cortes bilionários, prejudicando milhares de brasileiros. Em relação a Educação, esses artigos <https://bit.ly/3JWJtII; https://bit.ly/3bUxbUG e https://bit.ly/3C87NW8>  apresentam reflexões sobre o assunto.

Em relação à Saúde, houve cortes bilionários nessa pasta <https://bit.ly/3QtWTOO e https://bit.ly/3bSwwTT>, e na pandemia, no momento em que mais as famílias precisavam de acolhimento, orientações e apoio, houve muita confusão <https://bit.ly/3AnLVEY e https://bit.ly/3w5XbDg>, omissão, adoção de negacionismo <https://bit.ly/3w6Bcw4>, disseminação de centenas de fake news <https://bit.ly/3aJvaWx>, como parte de uma estratégia institucional liderada pelo presidente para disseminar a Covid-19 <https://bit.ly/3gUT9GW>, resultando em quase um milhão de brasileiros mortos até o momento, se considerado o alto índice de casos subnotificados no país, sendo que as cidades em que houve mais apoio ao Bolsonaro em 2018, foram as que registraram as piores taxas de mortalidade por Covid-19 em 2021, conforme demonstrado em artigo científico publicado na conceituada Revista Lancet <https://bit.ly/3SV8kRt e http://glo.bo/3SWr3fw>. 

Não podemos ter memória curta, nem fingir que não houve irregularidades, pois o parecer de 226 páginas <https://bit.ly/3oUMWPo> elaborado pela equipe liderada pelo renomado jurista Miguel Reale, apontou sete crimes cometidos por Bolsonaro e sua tropa ao longo da pandemia. Outro documento é a Queixa-crime enviada para o STF pela Associação de Vítimas e Familiares das Vítimas da Covid <https://bit.ly/3plPnd1> contra o presidente.

Finalmente, para votar consciente, temos que fazê-lo de maneira racional, responsável, pensando também no coletivo. E as análises acima apontam que será um erro grotesco dar mais um voto de confiança a quem em 1.324 dias de Governo não honrou a maioria dos compromissos assumidos com as famílias de nossa pátria.

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário