Ao lado do grande empresário há um Grande Contador

Um poderoso grupo empresarial da nossa cidade deve boa parte da sua ascensão meteórica ao brilhante trabalho do seu Contador, que foi chefe de contabilidade de 1989 a 1995, e na sequência atuou como diretor de administração e controle até o ano de 2017. Atualmente, continua trabalhando como conselheiro da diretoria. Por toda a empresa, a imagem prodigiosa desse profissional permeia os espaços e o imaginário do corpo administrativo, indicando assim uma presença que atravessará gerações. 

Outro importante empreendimento local é capitaneado por um empresário respeitado pelo seu vasto conhecimento de negócios como também pelo domínio da temática tributária. Inclusive, essa habilidade incomum é fundamental para o sucesso das estratégias de crescimento e de segurança patrimonial. E, na retaguarda de tantas ações bem sucedidas está o Contador, que está sempre ao lado do chefe provendo de informações tempestivas e aprimoradas sobre a realidade da empresa. Esse caso é emblemático pelo expressivo reconhecimento do Contador, que começou bem pequeno até se firmar na posição de controller com um salário invejável. Na verdade, o chefão ultra inteligente soube identificar e catalisar as habilidades do seu braço direito, e assim trabalhar meios de manter a parceria estratégia. Observa-se aqui, um comportamento inteligente e incomum, já que a arrogância de muitos comandantes leva ao paradigma de que quem está no topo deve tratar os demais com desprezo e ingratidão.  

Há poucos dias, almocei com a diretoria de um fortíssimo grupo empresarial do ramo de pneus, onde estavam presentes o Contador e a encarregada fiscal. Me espantou a capacidade de análise e a argúcia intelectual dos presentes à mesa. Todo esse conjunto de habilidades sinérgicas resultou no aproveitamento de valiosas oportunidades normativas que já produziram expressivos ganhos financeiros e comerciais frente aos concorrentes. Não à toa, estão entre os maiores contribuintes de ICMS. 

Anos atrás, um imenso grupo empresarial do Maranhão estava prestes a quebrar em cinco pedaços por conta de ferozes disputas de poder. A solução proposta por um Consultor de São Paulo (que era um membro da família) para salvar o empreendimento estava na construção de uma Contabilidade Gerencial clara, confiável e minuciosa. Além disso, precisava ter fechamento diário e que fosse capaz de dar respostas rápidas e precisas a qualquer demanda da diretoria. O dito Consultor identificou no interior do Estado um profissional capaz operacionalizar o ambicioso projeto. Após quase um ano de intenso planejamento, a nova Contabilidade começou a operar com uma força violenta, onde tudo funcionou feito um relógio suíço desde os primeiros dias. Desse modo, a transparência, a precisão, as análises de desempenho e as respostas rápidas foram capazes de criar um ambiente de informações transparentes e confiáveis. E assim, a tensão societária reduziu drasticamente e a integridade da empresa foi mantida. Nesse caso, havia uma estreita e visceral relação entre o Contador e a diretora administrativa. Mas também, essa diretora atendeu a todas as condições e solicitações do Contador nos assuntos operacionais da Contabilidade. 

Tais exemplos mostram a vital importância do Contador no ambiente empresarial. E isso não acontece somente com Contadores empregados, mas também com uma infinidade de prestadores de serviços terceirizados que atuam como verdadeiros consultores de negócios que contribuem sobremaneira para o sucesso dos clientes. Inclusive, é fato notório que empresas sólidas e bem sucedidas são marcadas pela estreita e visceral relação do dono com seu Contador. Por outro lado, as empresas bagunçadas são caracterizadas pelo distanciamento entre administração e Contabilidade. Há situações, porém, onde mesmo bagunçadas, certas empresas crescem sem parar. Eu sei de alguns casos assim, mas também sei da existência de fontes sobrenaturais que jorram dinheiro sem parar. 

O fato é o seguinte: Nossa profissão é vital para o sucesso de qualquer negócio. Falta-nos consciência do nosso valor, como também a exercitação diária dessa valorização, como ainda uma mudança de mentalidade que nos eleve para outros patamares de consciência profissional. Conheço vários Contadores que já fizeram essa travessia e hoje cobram caro, mas igualmente oferecem serviços que impulsionam os negócios dos clientes.

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário