Opinião

COMPARTILHE

Questionamento sobre o conselho

Por Redação

14 Fev 2020, 10h33

Crédito: Divulgação

O meio político, e principalmente os governadores da região, não estão entendendo muito bem onde o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) quer chegar com o Conselho da Amazônia, sem a participação deles. Já é de domínio público que o Governo tomou a iniciativa de tirar o órgão do Ministério do Meio Ambiente por entender que precisa mandar sinais de que respeita a floresta à comunidade internacional, que pressionou muito o ministro da Economia, Paulo Guedes, durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça). O encaminhamento que o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) dará ao órgão, entretanto, é uma grande incógnita. O governador Wilson Lima (PSC) espera que o colegiado atue pelo menos em sintonia com a Secretaria da Amazônia, cuja sede vai funcionar em Manaus. Mas estranha, assim como todos os seus colegas, por não terem sido convidados a compor o Conselho. O general esteve ontem em Roraima e deve desembarcar na capital amazonense nos próximos dias.

CONVOCAÇÃO

O deputado José Ricardo (PT) anunciou ontem, durante a Sessão Plenária do Congresso, que apresentará um requerimento para a Comissão Geral, no Plenário da Câmara Federal, convocando o vice-presidente da República para prestar esclarecimentos acerca dos critérios para a composição do Conselho da Amazônia, suas ações e seu funcionamento.

OUVCON

O Programa Estadual de Proteção e Orientação ao Consumidor agora integra o Colégio de Ouvidores do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. Criado pelo Decreto nº 10.051, o Ouvcon é parte da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública. No Amazonas, o Procon-AM conta com uma Ouvidoria para envio de críticas, sugestões e elogios por parte dos consumidores, por meio do número (92) 99271-5519 e do e-mail ouvidoria@procon.am.gov.br.

FAMILIAR

Alimentos produzidos na agricultura familiar estão sendo disponibilizados em alguns municípios do Estado, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos, com doação simultânea. As unidades locais do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas têm prestado serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural aos agricultores no processo de produção, comercialização e entrega dos alimentos. O objetivo é garantir segurança alimentar e nutricional, e incentivar a agricultura familiar por meio de compras governamentais feitas pelo programa.

VISITA

A Fundação Amazonprev irá receber, amanhã, o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Narlon Gutierre, que virá a Manaus para conhecer de perto a gestão da qualidade da instituição previdenciária amazonense. O encontro, acertado há duas semanas, durante ligação entre Gutierre e o presidente da Amazonprev, André Luiz Zogahib, vai acontecer na sede do órgão, no Centro, às 10h.

COOPERAÇÃO

Um Acordo de Cooperação Técnica deve ser firmado entre órgãos ambientais e entidades do setor primário do Amazonas, para dar celeridade aos processos de implementação do Programa de Regularização Ambiental no Estado. O tema conduziu uma reunião entre as instituições envolvidas na sede da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, em Manaus.

QUEM CHEGA

O governador Wilson Lima recebe, hoje, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, no Careiro da Várzea (a 25 quilômetros de Manaus) para conhecer de perto os equipamentos socioassistenciais e a execução do programa Criança Feliz, cujo desempenho no município é destaque nacional. Com apoio do Ministério da Cidadania, os municípios desenvolvem ações que incluem visitas domiciliares e ações de saúde, educação, assistência social, cultura e direitos humanos.

PRODUTOS AMAZÔNICOS

Outro ítem da agenda do governador hoje é a entrega da primeira Unidade Básica de Saúde Fluvial Inteligente do Amazonas, UBS Catarina Brota dos Santos. A parceria entre Governo Federal, Governo do Estado, Governo da Corea do Sul e Prefeitura de Manacapuru possibilitou a entrega da unidade, que vai atender a comunidade ribeirinha do município localizado a 99 quilômetros da capital amazonense.

MBA EM GESTÃO

As inscrições para o Master of Business Administration em Gestão de Negócios da Universidade do Estado do Amazonas terminam amanhã. No total, são ofertadas 16 vagas. O curso terá duração de 18 meses e está previsto para iniciar no dia 5 de março de 2020, na Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Amazonas. As inscrições poderão ser realizadas presencialmente na sala de Pós-Graduação da Escola Superior de Ciências Sociais. O horário de atendimento será das 14h às 19h.

FRASES

“É uma brincadeira de mau gosto deixar os governadores fora do Conselho da Amazônia.” Serafim Corrêa (PSB), deputado estadual

“Servidores públicos não são parasitas, mas sim quem os acusa.” José Ricardo (PT), deputado federal

Veja Também

Frente & Perfil

Estado apresenta bons números

14 Feb 2020, 10h38
Frente & Perfil

Facções precisam ser desarticuladas

14 Feb 2020, 10h27