Artigo

COMPARTILHE

O que não é coaching

A confusão é comum e pode ser justificada pelo fato de que há muita gente por aí falando que é coach

Por Paula Pedrosa

24 Jan 2019, 01h57

Crédito: Divulgação

Bastante difundido hoje em dia, e até podemos dizer que “na moda”, o coaching vem sendo cada vez mais conhecido e se vê a cada dia novos coachs aparecendo no mercado.

Resolvi escrever esse artigo para que você saiba distinguir o que é coaching de fato, e para que, caso seja necessário para você, você consiga ter tudo de positivo que essa metodologia pode trazer.

A confusão é comum e pode ser justificada pelo fato de que há muita gente por aí falando que é coach e que pode orientar sobre qualquer coisa.

É mais fácil entender o tema a partir de tudo aquilo o que não é coaching.

 

O coach

Há farsa em todas as áreas. O “coach” que não é coach, é aquele sujeito esperto, mil e uma utilidades. É simples perceber a diferença entre um especialista e um oportunista analisando o conteúdo oferecido e a própria linguagem utilizada. Mas, para entender o tipo de conteúdo que um coach aborda é preciso ir além do senso comum e fugir da desinformação.

O profissional de coaching atua como um APOIADOR externo que desperta o potencial interno de outras pessoas, usando uma combinação de flexibilidade, insight, perseverança, estratégias, ferramentas pautadas em uma metodologia de eficácia comprovada e, então, o coach (profissional) acompanha seu coachee (cliente), demonstrando interesse genuíno (às vezes chamado de carisma) para APOIAR os seus clientes de coaching (coachees) a acessar seus recursos internos e externos e, com isso, melhorar seu desempenho.

Além dessa definição, há outras interpretações sobre a função, o comportamento e as características de um coach.

Dependendo das circunstâncias, é possível que o coach precise adotar estilos muito diferentes a fim de atender às necessidades de seus coachees.

Entre os fatores que podem influenciar na abordagem de coaching estão a complexidade da meta, os riscos de erro na realização da tarefa, o nível inicial de disponibilidade para o coaching por partes dos integrantes da equipe, sua autoconfiança e capacitação para a tarefa e o nível de maturidade para a aprendizagem demonstrado pelo coachee (até que ponto ele se mostra capaz de cogerenciar o processo de coaching).

 

O coaching

Este processo não é terapia, não é consultoria, não é treinamento e tampouco é aconselhamento.

De acordo com Sullivan França, especialista em comportamento e fundador da Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC) no Brasil, coaching é um processo que tem começo, meio e fim e que procura, por meio de ações, elevar o desempenho e estimular mudanças positivas em indivíduos, grupos ou empresas. A metodologia tem foco em otimização da vida profissional e pessoal.

Coaching é uma palavra em inglês que define um processo de desenvolvimento humano, pautado em diversas ciências e técnicas para apoiar pessoas e empresas no alcance de metas, no desenvolvimento acelerado e, em sua evolução contínua.

 

Se você deseja fazer um processo de coaching, procure um profissional certificado e experiente. É sempre bom verificar qual a certificação, inclusive a instituição certificadora, e quantas horas de coaching o profissional tem.

Este processo tem resultados fantásticos, se feito por um profissional sério e competente como coach.

 

Boa semana!

Fiquem com Deus!!

Veja Também

Artigo

Como achar emprego - Parte 2

20 Jan 2019, 12h57
Artigo

Mudar

25 Jan 2019, 10h49
Negócios

Profissionais da motivação se destacam

05 Aug 2017, 00h00