Opinião

COMPARTILHE

O imbróglio da gasolina

Por Redação

05 Fev 2020, 13h48

Crédito: Divulgação

O governador Wilson Lima (PSC) deparou-se ontem com uma manifestação dos motoristas de aplicativo na frente da Assembleia Legislativa, aonde compareceu para ler sua mensagem anual. Eles queriam a redução do ICMS sobre os combustíveis, como sugeriu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em um tweet. Na entrevista coletiva que concedeu, o chefe do Executivo amazonense lembrou da nota pública assinada por 23 governadores, solicitando que o Governo Federal abra mão de receitas e impostos recolhidos sobre o consumo de combustíveis. "O que nós defendemos é uma conversa com a presidência e uma discussão profunda, técnica com os nossos secretários de Fazenda, sobre como é que a gente pode fazer essa composição tributária para que, efetivamente o preço do combustível possa baixar, levando em consideração ICMS, PIS/Cofins e Cide, que são tributos do Governo Federal”, pontuou Wilson Lima.  Ele ressaltou que o tema precisa ser discutido e avaliado por todos os envolvidos.

METAS

Ainda durante entrevista coletiva na Aleam, Wilson Lima destacou que a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) pode ser tema de uma reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro, esta semana.  Ele vai a Brasília hoje junto com o superintendente da Suframa,  Alfredo Menezes  e com o presidente Josué Neto, da Assembleia Legislativa, tentando uma reunião com Bolsonaro.

PROMESSAS

No discurso que proferiu durante a leitura de sua mensagem anual, Wilson Lima afirmou que os recursos obtidos pelo Estado, provenientes do aumento da arrecadação, serão destinados, prioritariamente, à saúde. E também abriu brecha para rediscutir as datas-base do funcionalismo, se os números da folha de pessoal evoluírem satistafotiamente.

ENCARCERADOS

A Defensoria Pública do Estado vai articular projetos de remição de pena voltados a policiais militares encarcerados no Amazonas. A iniciativa foi definida após reunião entre o defensor público militar Maurílio Casas Maia, a chefia do Núcleo do Presídio da Polícia Militar e a diretoria da Associação das Praças da Polícia e Bombeiro Militar do Amazonas, na semana passada.

PROSAMIM

O Governo do Estado, por intermédio da Unidade Gestora de Projetos Especiais e do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus irá retirar cerca de 1.500 imóveis de áreas de risco, nas margens de igarapés e de áreas de proteção ambiental. As intervenções são referentes às obras do Prosamim e se concentram nas zonas sul e oeste, e estão distribuídas nos bairros de Aparecida, Centro, Presidente Vargas, Japiim, Cachoeirinha e Praça 14, contemplando obras de saneamento, mobilidade urbana, revitalizações de áreas degradadas e a criação de áreas de lazer e para a pratica de esportes para a população desses locais.

GREVE

Em seu primeiro discurso do ano na tribuna da Câmara Federal, o deputado José Ricardo (PT) registou seu apoio à greve dos petroleiros em todo o Brasil e, em particular, no Estado do Amazonas. Lembrou que anteontem (3) esteve na Refinaria de Manaus, dando apoio ao Sindicato e a todos os trabalhadores que estão defendendo não somente a empresa, que é do país, mas também os empregos e o não cumprimento de acordos coletivos, preocupados já com as demissões em massa, por conta do processo de privatização.

ECONOMIA

Economia no combustível, incentivo de R$ 4 mil e crédito para motoristas foram as pautas da reunião entre representantes do Governo do Estado e profissionais de aplicativos de transporte privado urbano, realizada na sede da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania. O encontro serviu para apresentar alternativas aos condutores que buscam reduzir os custos do serviço.

BANCO MUNDIAL

O Festival Amazonas de Ópera lançou o site oficial do evento e iniciou a venda de ingressos para a 23ª edição, que acontecerá de 18 de abril a 7 de junho, em Manaus. Agora, o público já pode garantir antecipadamente um lugar na plateia por meio do www.fao.teatroamazonas.com.br. Em 2020, o festival, realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, terá apresentações no Teatro Amazonas e Teatro da Instalação.

FRASES

“O gás natural é um combustível notadamente mais econômico, principalmente para aqueles que trafegam diariamente mais de 100 quilômetros.” Renê Levy Aguiar, presidente da Cigás

“Só vamos descansar quando a mudança na saúde estiver completa.” Wilson Lima (PSC), governador do Amazonas

 

Veja Também

Follow-Up

Alinhamento, vigilância e coesão

05 Feb 2020, 13h54