Carreiras

COMPARTILHE

Contadores facilitam a vida do empreendedor e dos negócios

Profissional de Contabilidade conquista espaço diante da complexa cadeia tributária nacional

Por Andreia Leite

14 Jan 2020, 11h49

Crédito: Divulgação

Vivendo num país com uma complexa carga tributário onde as legislações modificam-se e transformam-se constantemente é impossível não valorizar o profissional de contabilidade. Esse profissional é fundamental para trazer paz ao ambiente corporativo e tranquilidade para os empreendedores viverem sem medo de omitir-se às regras tributárias. 

As Ciências Contábeis presente na área de conhecimento humano de Ciências Sociais Aplicadas, dura em média quatro anos de formação de nível superior dividida em oito semestres. Existe também a opção do curso técnico, que dura 2 anos. A diferença entre as duas opções é que a preparação da faculdade é 2 anos melhor que do curso técnico, que é mais focado nas necessidades do mercado de trabalho atual.

O profissional da área, conhecido como contador, trabalha com a área financeira, econômica e patrimonial das empresas. Ele pode controlar os gastos de uma organização, ser responsável pela análise e cálculo de impostos ou então ajudar na declaração do imposto de renda da galera. Os profissionais das Ciências Contábeis também são fundamentais na hora de dar base para uma tomada de decisão que envolva a grana da empresa.

Além de registrar o que ocorre na empresa em termos de números, ele precisa transformar isso em relatórios, que servem tanto para a prestação de contas da empresa ao fisco, como para ajudar na tomada de decisões. O Contador é essencial e indispensável para as empresas, seja ela pública ou privada. 

Segundo o MEC (Ministério da Educação), alguns  assuntos que os alunos encontram na faculdade de Ciências Contábeis estão elencados em: Administração, Economia, Direito, Análises Matemáticas, Finanças, Tecnologia da Informação, Teorias da Contabilidade, Auditoria e Perícia, Arbitragem, Informação Financeiras e Patrimoniais,  Controladoria e Atividade Atuariais. 

Para que o Bacharel em Ciências Contábeis atue no mercado de trabalho  é preciso prestar o exame do CRC ( Conselho Regional de Contabilidade), chamado Exame de Suficiência Contábil teste que vai comprovar o conhecimento médio/mínimo necessário para que o profissional esteja apto a exercer a função. 

O contador tem como aliado uma rotina repleta de  números, planilhas, análises e relatórios e vez ou outra uma calculadora. Se você gosta de números, agregado a isso gosta de administração e economia, talvez o curso seja uma boa dica para sua futura profissão.

Assessoria contábil é essencial aos negócios

Crédito: Divulgação

Com 21 anos de formado, 31 atuando na profissão, e vindo de uma família de contadores, o caminho não foi diferente para o contador, Manoel Carlos de Oliveira Júnior, respirando este ambiente dentro de um escritório contábil ao lado do pai,  acompanhou a evolução da profissão. “Atuei e atuo em todas às áreas da Contabilidade privada, atuando também como Perito Contábil”. 

Ele conta que o mercado é promissor não só em nosso estado, como a nível nacional e internacional. “Sempre digo que, quem se forma em Contabilidade e trabalha com afinco, foco e determinação, sempre pautando honestidade e pela ética na profissão, nunca fica desempregado. Todo gestor público ou empresário da iniciativa privada, não conseguiria êxito em sua gestão sem uma competente assessoria contábil”. 

Para o Manoel Carlos, a profissão é gratificante e se sente realizado com a escolha. “A contabilidade me escolheu, confesso que mesmo depois de formado, achei que não ia atuar na área, e por ironia do destino, acabei me tornando Conselheiro do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Amazonas, em seguida assumi a presidência, já estou no meu segundo mandato. Com isso estou podendo retribuir um pouco do que minha profissão me proporcionou”, salienta.

Atualmente, Manoel Carlos, tem uma empresa assessoria empresarial e presta serviços para micro e pequenas empresas.

Áreas de atuação 

O contador pode atuar na empresa como auditor interno, controlador fiscal, e cargos administrativos. Bem como de forma independente como consultor, escritórios de contabilidade, auditor independente e perito contábil. No ensino o profissional pode atuar como pesquisador, escritor, consultor e professor. No órgão público como contador público, fiscal de tributos, controlador de arrecadação.

Perfil 

Quem pretende ingressar no curso, é preciso levar em consideração algumas características fundamentais como lidar com prazos, números, gostar de raciocínio lógico e visão sistêmica e, principalmente, ética e proficiência. 

Média salarial 

É muito variada. Na área privada, um analista contábil iniciante, pela tabela de salário do sindicato, inicia ganhando mais ou menos R$ 1.500,00. Um Contador experiente na área pública pode chegar a ganhar por volta de R$ 15.000,00. E os profissionais que possuem escritório, com uma carteira boa de clientes, chegam a faturar mais de R$ 1 milhão por ano.

Onde estudar

O curso é oferecido por várias instituições como o Centro Universitário do Norte - Uninorte, Faculdade Martha Falcão, Centro Universitário Fametro, Faculdade Dom Bosco, Faculdade Boas Novas e Estácio de Sá. O investimento varia de R$489 a R$860. Algumas instituições ofertam os cursos na modalidade EAD e presencial. 

Veja Também