Manaus, 24 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Frente & Perfil 22.08.18

Por:
22 Ago 2018, 12h06

ARTHUR INDICA O TOM

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), deu a clara indicação de que o tema Segurança Pública será debatido à exaustão na campanha eleitoral. Ele convocou ontem ume entrevista coletiva para lamentar as ocorrências registradas em unidades de saúde, educação e assistência social do município, além de relacionar uma média de 238 assaltos a ônibus por mês, segundo dados da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos. Com palavras duras, chegou a insinuar uma cumplicidade do Governo do Estado com a criminalidade, ao lembrar que nas repartições estaduais foi registrada apenas uma ocorrência. Ele aproveitou para fustigar o governador Amazonino Mendes (PDT), candidato à reeleição, lembrando que foi busca-lo em casa no ano passado para fazer um governo de transição, que saneasse o estado para repassá-lo ao sucessor em janeiro de 2019. "Ao invés disso, ele preferiu concorrer com Manaus", atacou, referindo-se às obras de pavimentação levadas a efeito pela Secretaria da Região Metropolitana.

COMBINADO

Mais cedo, o senador Omar Aziz (PSD), candidato ao Governo que tem o apoio do tucano, fez reiteradas críticas ao sistema de Segurança Pública durante entrevista a uma rádio local. A julgar-se até pelo slogan de sua campanha, "Amazonas com Segurança", será este mesmo o tema a ser utilizado para tentar polarizar a eleição.

TÁ DIFÍCIL

Não se passou um dia desde que começou a montagem final de sua chapa em que o deputado David Almeida (PSB) não se deparasse com uma crise em sua campanha. A interlocutores, ele disse ontem que tem dedicado mais tempo a contornar problemas do que a pedir votos para governador. Além de ter que administrar o mau humor dos petistas, que queriam a senadora Vanessa Grazziotin (PC do B) no grupo, ele agora tem que lidar com a excessiva ligação de seu candidato ao Senado, o vereador Chico Preto (PMN), com o presidenciável Jair Bolsonaro. Está aprendendo na prática que lidar com extremos não é fácil.

AMEAÇA

Pioneira no polo de concentrados da Zona Franca de Manaus, tendo, com o tempo, atraído outras empresas e fornecedores para o polo industrial, a fábrica de concentrados da Coca-Cola Brasil ameaça deixar o Brasil, caso não recupere o subsídio concedido pelo Governo Federal. A informação foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo.

AVANÇANDO

A Fundação de Vigilância em Saúde, órgão da Secretaria de Estado de Saúde, divulgou ontem a 22ª edição do Boletim Epidemiológico do Surto de Sarampo no Amazonas. Conforme o boletim, o Estado tem 7.912 casos notificados da doença, distribuídos em 41 municípios. São 1.087 casos confirmados de sarampo, sendo 762 em Manaus, 187 em Manacapuru e 138 casos nos seguintes municípios: Itacoatiara (44), Autazes (21), Parintins (20), Iranduba (16), Rio Preto da Eva (13), Novo Airão (11), Presidente Figueiredo (10) e Tapauá (03).

NOS EUA

A Empresa Estadual de Turismo está participando da Convenção Global da Asta (American Society of Travel Agents), a Sociedade Americana de Agentes de Viagens, que ocorre na cidade de Washington DC, nos Estados Unidos. O encontro tem como objetivo garantir uma troca de experiências sobre as melhores práticas de turismo, dar visibilidade a locais com potencial turístico, além de proporcionar uma capacitação oportuna e interativa sobre assuntos importantes para cada função dentro da indústria do turismo.

TORTURA

A Defensoria Pública Especializada na Promoção e Defesa dos Direitos Humanos tem acompanhado o processo de implantação do sistema que traz para o Amazonas os procedimentos previstos no Protocolo de Istambul para a comprovação de casos de tortura. Nesta terça-feira (21/08), o defensor público Roger Moreira, que atua na Defensoria de Direitos Humanos e é membro do Comitê Estadual de Prevenção e Combate à Tortura, participou de uma reunião no Instituto Médico Legal (IML) sobre a implantação da quesitação do Protocolo de Istambul nas perícias. ]

EXPLICANDO

Ratificado pelo Brasil, o Protocolo de Istambul é um manual para a investigação e documentação eficaz da tortura e outras penas ou tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes, produzido no âmbito da Organização das Nações Unidas. O protocolo apresenta, em resumo, as normas internacionais aplicáveis no que tange ao tema; os códigos éticos aplicáveis; informações quanto a inquéritos legais sobre a prática da tortura; considerações gerais para as entrevistas; e indícios físicos e psicológicos da tortura.

PALESTRA

O governador Amazonino Mendes palestrou, ontem, na sede do Governo do Estado, no bairro Compensa, zona oeste de Manaus, para participantes da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército. Com o tema "A visão estratégica, possibilidades e desafios da administração pública", o chefe do Executivo Estadual esclareceu sobre a realidade da região amazônica.

FRASES

"Só quem não sente a insegurança em Manaus é quem está mais preocupado com eleição." Arthur Virgílio Neto (PSDB), prefeito de Manaus
"Entre produzir aqui e produzir no exterior, segundo a Folha, a Coca-Cola vai produzir no Uruguai, no Paraguai, vai produzir em outros países, e óbvio, as consequências da saída de uma empresa desse porte, será devastador." Serafim Corrêa (PSB), deputado estadual

Comentários (0)

Deixe seu Comentário