Manaus, 23 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Cesta básica em Manaus cai em 3,46%

Por: Andréia Leite
07 Ago 2018, 12h45

Com uma diferença de R$ 12,72 em comparação a junho, o custo da cesta básica no Amazonas caiu 3,46% em julho, quando apresentou um custo de R$ 355,17. A pesquisa foi divulgada pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) na segunda-feira 6. O levantamento foi feito no mês de julho em diferentes estabelecimentos da capital.

Os preços da cesta básica voltam ao patamar de valor antes da greve dos caminhoneiros, em maio. O resultado é comemorado por especialistas. Após a alta significativa de junho essa queda traz um fôlego. O supervisor técnico do Dieese, Inaldo Seixas, reitera que no mês de julho, a distribuição dos alimentos foram normalizadas e os preços começaram a ter queda. "Qualquer diminuição no valor da cesta básica que compõe a pauta alimentícia dos trabalhadores, em geral, principalmente aqueles de menor renda, é pra comemorar, e também é o fator que contribui para o índice de inflação. Os componentes de maior peso da inflação são os alimentos", pontuou.

Ele esclarece que se não houver nenhuma variável significativa que mude esse cenário, como a alta excessiva do dólar, eleições, problemas climáticos que afetam as safras e colheitas, com problemas de ofertas, a tendência é que a cesta básica de Manaus siga uma linha de estabilidade com pequenas variações de alta ou de queda, mas poucos significativas nos próximos meses.

Inaldo explica que apesar da queda significativa nos valores da banana e do tomate, no acumulado do ano, esses produtos apresentaram uma elevação importante. Manaus ocupa o décimo quarto valor no ranking das cestas, dentre as 20 capitais pesquisadas pelo Dieese. A variação anual foi de -1,73%, já nos sete meses de 2018, 2,22%.

Custos da cesta básica

Os oito alimentos que puxaram a cesta básica foram; banana (-9,90%), o tomate (-8,01%), açúcar refinado (-7,28%), feijão carioquinha (-4,72), manteiga (-3,25%), café (-2,46%), óleo de soja (-3,81%) o pão francês não sofreu alteração (0,0%).

Entre junho e julho de 2018, houve alta no valor médio de apenas três produtos: arroz agulhinha (4,54%), leite integral (4,35%) e carne bovina de primeira (0,15%)

Saiba mais

No levantamento divulgado pelo Dieese, o trabalhador manauara cuja remuneração equivale ao salário mínimo precisou cumprir jornada de trabalho, em julho, de 81 horas e 55 minutos, menor do que em junho, 84 horas e 50 minutos. Em julho de 2017, a jornada era de 84 horas e 52 minutos. Em julho de 2018, o custo da cesta em Manaus comprometeu 40,47% do salário mínimo líquido (após os descontos previdenciários). Em junho, o percentual exigido era de 41,92% e, em julho de 2017, de 41,93%.

Em julho de 2018, o custo da cesta em Manaus comprometeu 40,47% do salário em junho, o percentual exigido era de 41,92% e, em julho de 2017, de 41,93%.

O custo da cesta básica para o sustento de uma família de quatro pessoas foi de R$ 1.065,51 durante o mês de julho de 2018. Esse valor equivale a aproximadamente 1,12 vezes o salário mínimo bruto, fixado pelo governo federal em R$ 954,00. No mês anterior, o custo da cesta básica para esta mesma família era maior e foi de R$ 1.103,67, 1,16 vezes o salário mínimo

Comentários (0)

Deixe seu Comentário