Manaus, 18 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Educação e qualificação on demand

Por: Evaldo Ferreira - eferreira@jcam.com.br
23 Jul 2018, 16h08

Crédito:Divulgação
Está ficando para trás o tempo em que o aluno ia para a escola ou universidade, assistir às aulas numa sala, diante de um professor. Com a internet cada vez mais interativa, o professor continua em alta, mas o espaço físico dos estabelecimentos de ensino podem vir a desaparecer, dando lugar às telas do note book, do tablet, e do celular.
E o primeiro, e até agora único canal para isso é... ter um canal no YouTube. As aulas via YouTube estão se popularizando com a mesma rapidez que as redes sociais. Dos tutoriais iniciais, que ensinavam de tudo, agora a atividade está se tornando cada vez mais profissional e universidades investem no formato.

Desde janeiro, a UEA (Universidade do Estado do Amazonas) está desenvolvendo o projeto Saberes e Dicas, aulas online ministradas por vários professores da instituição. "Trata-se de uma série de vídeos aulas realizadas pelos professores da Escola Normal Superior, cujo objetivo até agora foi levar às pessoas, saberes científicos e pedagógicos voltados para concursos públicos de professores da educação básica", explicou a professora Eglê Wanzeler, coordenadora do projeto.

O canal criado pela UEA é o TV Lepete (Laboratório de Ensino, Pesquisa e Experiências Transdisciplinares em Educação). "A proposta da TV é fruto de uma necessidade de divulgar as atividades de pesquisa, ensino e extensão do Lepete, bem como promover a democratização do conhecimento por meio de um acesso facilitado e gratuito, de amplo alcance social, rápido e responsável", disse.

Na primeira edição do Saberes e Dicas, quatro professores participaram da série, entre eles, Elaine Andreatta, professora de língua portuguesa e literatura. "Nossas aulas foram preparatórias para pessoas que iriam fazer o concurso da Seduc e da Semed, e de imediato houve uma grande participação dos internautas, até porque os assuntos língua portuguesa e literatura basicamente serviam para os dois concursos", falou. Elaine é professora há 22 anos, lógico, no formato tradicional: professor e alunos dentro de uma sala de aula, mas gostou bastante da aula online, diante apenas de uma câmera. "É muito bacana esse tipo de aula através de um canal no YouTube, pela quantidade de pessoas que você atinge de uma só vez. Numa sala de aula temos 40 alunos, muitas das vezes cansados por terem vindo do trabalho para a aula. No YouTube são milhares de alunos de uma só vez, e todos atentos, porque quem entra num canal desses, entra 100% ligado para participar, porém, a aula presencial nunca vai morrer. É importante esse contato do professor com o aluno, o cara a cara, o olhos nos olhos. Mas o online está se tornando tão importante como. As duas tecnologias se ajudam e, com certeza, uma nunca vai tomar o lugar da outra", afirmou.

Com certeza o Saberes e Dicas continuará


No Saberes e Dicas as aulas foram selecionadas de acordo com o plano de ensino de cada um dos professores (língua portuguesa, saberes pedagógicos e legislação educacional), variando de 40min a 1h de duração. "Como, nesse primeiro momento, as aulas foram direcionadas a quem iria participar dos concursos da Semed e da Seduc, os assuntos foram escolhidos a partir das ementas definidas nos editais de concurso", lembrou Eglê.

"O interessante de uma aula dessas é que, após ser ministrada ao vivo, com a interatividade do aluno, os vídeos permanecem no YouTube, e o aluno pode acessá-las a qualquer hora e tempo, ou seja, o ensinamento disponibilizado para sempre", falou.

Atingir um milhão de acessos é meta para a maioria dos canais do YouTube, mas passar dos mil já é motivo para comemoração, afinal, mil pessoas são mil pessoas. "O TV Lepete teve até agora mais de oito mil acessos, mesmo sem termos feito grande divulgação, ou realizado impulsionamento, mas o que importa é que estamos atingindo nosso objetivo que é possibilitar o acesso ao conhecimento de forma ampla e gratuita para pessoas interessadas em fazer concursos ou mesmo ampliar seus saberes. Procuramos saber quem é esse público que está vendo a TV Lepete e descobrimos que são alunos egressos dos cursos de licenciaturas, porém, pretendemos atingir todos os tipos de públicos, como disse anteriormente, interessados em saber cada vez mais", disse.

"O projeto Saberes e Dicas terá mais duas edições, porque foi essa a meta inicial mas, com certeza ele continuará, com outras aulas e assuntos cada vez mais abrangentes", adiantou.

POR DENTRO

Sobre o YouTube

YouTube é uma plataforma de compartilhamento de vídeos, com sede em San Bruno, Califórnia. O serviço foi criado por três ex-funcionários do PayPal: Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, em fevereiro de 2005. A Google comprou o site em novembro de 2006 por US$ 1,65 bilhão. Desde então, o YouTube funciona como uma das subsidiárias da Google.
Há 13 anos, no dia 23 de abril passado, foi compartilhado o primeiro vídeo da história do YouTube, o clássico 'Me at the zoo', que mostra um jovem no zoológico. Com apenas 18 segundos, o vídeo mostra Jawed Karim, um dos cofundadores do YouTube, dando uma volta no zoológico e falando sobre elefantes. Atualmente, a cada segundo, milhares de vídeos são publicados na plataforma.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário