Manaus, 16 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Cuidando mais da saúde

Por: Evaldo Ferreira - eferreira@jcam.com.br
13 Jul 2018, 15h00

No domingo (15), é comemorado no Brasil o Dia Nacional da Saúde dos Homens. Apesar de a data ser praticamente desconhecida pela quase totalidade da população masculina, ela vem revestida de grande importância, pois busca lembrar aos homens sobre os cuidados que devem ter com sua saúde. A data foi inspirada no Dia Internacional do Homem, comemorado no mundo desde 1999, em 19 de novembro. O JC entrevistou alguns homens (e todos desconheciam a data) perguntando sobre o que era ser homem, para eles, e se tinham o hábito de tratar da saúde.

Para o artista plástico e professor de artes, Turenko Beça, essa questão de gênero é irrelevante. "Eu prefiro me ver como um ser humano como qualquer outro, que não está nessa vida a passeio e que tenta sempre ajudar e fazer a diferença de forma positiva. Busco seguir o exemplo de meu pai (Aníbal Beça), seus ensinamentos, e mais importante, passar isso para os filhos", enfatizou. Sobre a questão da saúde, Turenko sempre esteve um pouquinho acima do peso até resolver fazer a cirurgia bariátrica. "Depois da bariátrica estou com tudo em cima e sem descuidar da saúde", comemorou.

Já o fotógrafo Luiz Ribeiro segue os conselhos que, antigamente, eram dados pelos pais. "Ser homem é ser responsável e sempre responder pelos seus atos, sejam eles bons ou ruins" e, como quase todos os homens só se preocupam com a saúde quando a juventude vai ficando para trás, com Luiz não foi diferente. "Olha, eu só comecei a cuidar mais da minha saúde há um ano e meio, quando estava perto de fazer 44 anos, e comecei a me sentir muito cansado e estressado. Voltei a treinar jiu-jitsu, que pratiquei por muito tempo quando era jovem. Depois que retornei aos exercícios, comecei a sentir a diferença.
Passei a dormir melhor e percebi que as dores que sentia no corpo também diminuíram. Agora estou na academia,
malhando para evitar a sarcopenia (perda silenciosa da massa e força da musculatura esquelética)", esclareceu.

Exercícios e exames

O TI (Tecnologia da Informação) William Gabriel, achou engraçado ter o Dia dos Homens, "tem isso agora, é?", riu, mas depois percebeu que a data é importante. "Em poucas palavras, diria que o homem deve ser o provedor da família, ser honesto, ser forte e conhecedor das suas responsabilidades dentro da sociedade". E cuidar da saúde. "Faço exames de seis em seis meses para manter a saúde mental e do corpo", garantiu. "Como dizia meu avô: homem tem que ter palavra e atitude. Para mim, o ser homem vai além do gênero. Vai além do estereótipo de músculos e da força física. Estavam certas as palavras do meu avô", afirmou Tony Santos, proprietário do Tom Bistrô. "Sim, cuido da minha saúde. Todo início de ano faço chek up. Já fui muito da noite. Fumava e bebia muito nos eventos que participava, mas hoje minha rotina é outra. A idade vai passando e você percebe que precisa se cuidar. Parei de fumar e bebo raramente, mas sempre que possível, um drink vai bem, porque ninguém é de ferro. Faço exercícios três vezes por semana, como muita salada e evito carne vermelha", revelou Tony.

Da mesma forma que Turenko, outro artista, o maestro Fabiano Cardoso, também segue o exemplo do seu pai sobre o que é ser homem. "Talvez o significado seja bem abrangente, mas me lembro de meu pai falando que o homem não deveria deixar faltar nada para seus filhos, isso para mim significa ter responsabilidade. Quando se fica adulto, é a hora de tomar conta da própria vida". E Fabiano também cuida da saúde. "Vou pouco a médicos, mas faço um check-up por ano, além de exercícios e corrida, isso aliado a uma alimentação adequada, na medida do possível", falou.
Concluindo, o livreiro e poeta Celestino Neto resolveu poetizar as suas respostas. "Acredito que o indivíduo que nasceu com o sexo masculino, deve procurar viver bem com ele, mas acima de tudo, independente do gênero, deve amar a espécie humana. É o que ensino para o meu casal de filhos, ainda na pré-adolescência. Quanto a cuidar da minha saúde, vou ser sincero, sou um pouco relapso, apesar de estar naquela fase da vida em que devemos dar mais atenção à saúde, mas, coincidentemente, neste mês estou fazendo uma bateria de exames", riu.
Homens não são invencíveis

Os homens têm uma rotina atarefada como pais, maridos e profissionais. No entanto, quando se trata de saúde, muitos se esquecem de reservar tempo para se cuidar. Dia 15 de julho é Dia Nacional da Saúde do Homem e a data foi escolhida justamente para prevenir doenças.

Em cada três mortes de pessoas adultas no Brasil, duas são de homens. No Brasil os homens vivem, em média, sete anos menos do que as mulheres e têm mais doenças do coração, câncer, diabetes, colesterol e pressão arterial mais elevada.

Dê atenção à sua saúde: adote uma alimentação saudável; não fume e evite bebidas alcoólicas; pratique exercícios físicos; procure a unidade básica de saúde mais próxima.

A próstata é o grande calcanhar de Aquiles dos homens. Trata-se de uma glândula que irá sofrer alterações com o processo de envelhecimento. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o câncer de próstata é o segundo mais diagnosticado em homens no mundo. Dados do Inca (Instituto Nacional de Câncer) no Brasil, o câncer de próstata também é o segundo mais comum entre os homens.

Fique sempre atento à saúde. Lembre-se: o homem não é invencível e precisa cuidar da saúde assim como as mulheres. Ir ao médico não é coisa de homem fraco, mas de homem consciente. Faça exames regularmente.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário