Manaus, 25 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Wilson Lima aposta na novidade

Por: Antonio Parente - aparente@jcam.com.br
28 Jun 2018, 13h32

Crédito:Antônio Parente
Em entrevista ontem (27), ao programa "2018 - O Ano da Transformação", uma parceria do Amazon Play TV Digital com o Jornal do Commercio, o pré-candidato ao governo do Amazonas, Wilson Lima (PSC - Partido Social Cristão), falou das suas propostas de governo para as eleições deste ano, e dos desafios em concorrer ao posto de líder do executivo do Estado do Amazonas. Para a disputa eleitoral de 2018, o candidato se disse preparado e destacou que está montando uma equipe de especialista em cada área para lhe auxiliar no governo.

"As pessoas querem um momento e um nome novo na política. Estamos montando um grupo de pessoas que são profissionais de sucesso em suas áreas e que entendem que precisamos começar um novo momento na política. As pessoas não aguentam mais a política tradicional. Estamos montando um grupo de pessoas que são profissionais de sucesso em suas áreas e que entendem que precisamos começar um novo momento na política e iniciar uma nova história. Por onde eu ando, eu vejo essa vontade das pessoas em mudar", disse Wilson Lima.

Na ocasião, o candidato falou do seu plano de governo para o Estado, o qual será trabalhado em cima da segurança pública, educação, saúde e geração de emprego. Na área da segurança o candidato buscará resolver o problema de tráfico de drogas em parceria com o governo federal e o Exército, investindo em tecnologia para a prevenção e repreensão.

"Eu pude vivenciar todas essas situações. Nosso povo está muito sofrido. Muitos desses problemas podemos encaminhar ao longo dos anos e, como governador, eu posso fazer muito mais. Nossa saúde está um colapso, e estamos com gravíssimos problemas na segurança pública, precisamos trabalhar com tecnologias de monitoramento e em parceria com todas as instituições envolvidas. Como governador quero combater de forma séria a corrupção, investir na educação dando perspectiva de futuro aos nossos jovens", disse.

Zona Franca de Manaus e interior

Lima destacou a importância de defender e melhorar o modelo ZFM (Zona Franca de Manaus), que segundo ele, é o grande patrimônio do Amazonas e da região Norte do país, além de projetar políticas públicas que busquem novas alternativas para desenvolver as potencialidades do interior do Estado e fazer crescer mais a economia.

"Precisamos defender nossa Zona Franca e fortalecer esse modelo, criando alternativas para que outros municípios se desenvolvam. É incoerente termos um Estado tão rico com um povo tão pobre e tão sofrido como é o nosso no interior. Precisamos reforçar e fortalecer o Polo Industrial de Manaus, e fazer com que seus recursos dote o interior de infraestrutura, com portos e aeroportos", afirmou.

Wilson explicou que uma de suas metas de governo é oferecer estrutura para o interior desenvolver o agronegócio para estabelecer uma economia sustentável, dando oportunidades de para o homem do campo atrair investidores para o seu produto. "O interior está abandonado. Tenho viajado como repórter e jornalista e tenho ido a muitos municípios. Queremos resolver todas as dificuldades de infraestrutura no primeiro setor, oferecer internet e reformar os ramais para que o homem do campo possa escoar seus produtos e fazer crescer suas atividades", frisou.

Estrutura do governo

Em junho do ano passado, o pré-candidato havia se desfiliado do PR (Partido da República), após a legenda se unir ao MDB (Movimento Democrático Brasileiro), do senador Eduardo Braga. Para Wilson, a proposta do partido não estava mais alinhada aos princípios pelo qual ele se colocava para trabalhar dentro da política. "Na política temos que ter decência e caráter. Eu saí do partido e continuei meu caminho acreditando no novo e na possibilidade de mudança. O que eu tenho de mais valioso hoje é minha família e a credibilidade que as pessoas têm em mim. Foi uma decisão necessária ", afirmou.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário