Manaus, 25 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Investindo na Copa

Por: Antonio Parente - aparente@jcam.com.br
15 Jun 2018, 19h49

Crédito:Divulgação
O período de Copa do Mundo além de proporcionar um mês de festa para os apaixonados por futebol, também é um momento de ótimas oportunidades para gerar renda e abrir novos negócios, principalmente para quem tem uma visão ousada e empreendedora. Esse é o caso do engenheiro de produção, Ricardo Rocha, que em meio ao clima futebolístico que contagia o mundo, criou uma loja virtual para vender produtos esportivos, domésticos e de uso pessoal.

Após ser desligado da empresa onde atuava há 21 anos, o amazonense de 41 anos se viu obrigado a sair da sua zona de conforto obrigando a criar novos projetos para trazer recursos para o sustento da família. E mesmo com a crise econômica e no clima frio de copa do mundo entre os brasileiro, visualizou ma grande oportunidade de alçar novos voos em um mundo completamente diferente do qual estava habituado: o mundo do empreendedorismo. E após uma viagem à cidade de Santa Helena, na Guiana Inglesa, trouxe na bagagem a ideia de tornar-se dono de seu próprio negócio.

"Trabalhava no polo industrial de Manaus desde os 21 anos, quando ainda estava concluído meu curso técnico em mecânica. E no início deste ano em virtude da crise económica fui desligado da última empresa onde eu estava. Com isso, vi em algumas formas de ganhar dinheiro e como eu iria investir minha rescisão e foi quando eu abri uma loja virtual para vender produtos. Nessa excursão pude vislumbrar esse mundo de oportunidade de comercializar produtos de qualidade e com preço acessível em Manaus", disse.

No início, ele começou a vender produtos de papel de parede para casas e apartamentos, acessórios domésticos, materiais de uso pessoal, bolsas femininas, maquiagens e garrafas térmicas personalizadas. Com o mundial da Rússia, e mesmo com a desconfiança do torcedor brasileiro, arriscou vender produtos da copa e materiais esportivos, como a camisa da seleção brasileira. A ousadia o permitiu a dar uma grande alavancada em seu projeto individual de conquistar sua independência financeira.

"Após essa experiência da demissão comecei a me aventurar no ramo do empreendedorismo, e me informei com pessoas que já atuam na área. A copa está me dando uma oportunidade muito grande de vendas camisas da seleção brasileira e de divulgar a minha loja virtual e outros produtos que eu comercializo. Toa essa situação tem me ajudado a abrir a mente para novas oportunidades", disse.

Apaixonado pelo esporte e de um otimismo contagiante, mesmo com o clima de desconfiança entre os brasileiros, o amazonense tem se mostrado bem animado ao vender seus produtos, e declarou que na semana do início dos jogos a procura por acessórios e camisas da seleção brasileiro tem sido muito intensa.

A grande procura pelos produtos entre amigos e conhecidos, levou Ricardo a investir na loja virtual com uma página bem elaborada, onde conta com a ajuda de sua esposa que dá o toque feminino. além de realizar divulgações nas redes sociais como o Facebook e instagram, com o objetivo de expandir o negócio e alcançar diferente públicos e classes.

"Com a abertura da copa tem se gerado uma demanda muito grande para a aquisição de produtos esportivos da seleção, com isso temos ganhando novos network com outras pessoas. Quero expandir o negócio de uma forma que eu possa atender os diferentes clientes de acordo com suas necessidades, tanto para utilidades domésticas quanto o uso pessoal", frisou.

Com o comportamento típico de um brasileiro que não foge da luta, Rocha tem mostrado que apesar das dificuldades de desemprego no país, o Amazonas ainda é uma terra de oportunidades onde cada um decide o rumo que deseja seguir, e com otimismo e dedicação vem investindo energia e tempo para alçar voos mais alto no mundo do empreendedorismo.

"Vejo essas vendas como algo promissor no futuro. E mesmo com esse momento de crise e falta de credibilidade no nosso cenário econômico a sociedade ainda tem uma visão de consumidor. Acredito que com trabalho e dedicação vou consegui alcançar minhas metas", ressaltou.

Time que está ganhando também se mexe

Mesmo com 19 anos de história e muito rock'n roll na cidade de Manaus, o tradicional bar do Porão do Alemão, não vai abrir mão de aproveitar os jogos do mundial da Rússia para alavancar sua receita. Segundo o proprietário, William Robert Lauschner, o bar vai abrir em todos os jogos da seleção brasileira disponibilizando um ambiente para toda família, com um cardápio para todos os paladares.

De acordo com Lauschner, a ideia é criar um diferencial no ambiente fugindo um pouco do tradicional ambiente de música e rock e entrar no clima de copa. E explica, que apesar do mercado mostrar um cenário frio e de instabilidade econômica, ele não abrirá mão de aproveitar o momento que o futebol está proporcionando  para investir em novos serviços e conquistar outros públicos.

"O Porão vai está aberto das 13h às 19h para toda a família. Vamos investir nesse público e torcer juntos como brasileiros. Vamos entrar com um cardápio diferenciado como espetinho de churrasco, linguiças novas, um cardápio especial só para os jogos do Brasil. Além de investir em novos projetores e sons para quem quiser vir curtir aqui. Mesmo com o pessimistas de algumas pessoas, somos brasileiro e esse momento é importante para área de bares e restaurantes"", disse.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário