Manaus, 19 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

O que ficou de bom da Copa de 2014

Por: Evaldo Ferreira - eferreira@jcam.com.br
11 Jun 2018, 19h37

Crédito:César Pinheiro
Na quinta-feira (14), três dias antes da estreia do Brasil na Copa da Rússia, o jornalista Agnaldo Oliveira irá lançar seu livro 'Relatos de uma Copa no coração da Amazônia', sobre a Copa de tristes lembranças que aconteceu no Brasil em 2014 e que teve quatro jogos realizados em Manaus. Mas, o livro não fala de tristezas. Ao contrário. Mostra as coisas boas que aconteceram na cidade vivenciadas pelo jornalista. O lançamento acontecerá na Galeria de Artes do Icbeu, às 19h.

"Em 2014, passei por um processo rigoroso que escolheu 12 jornalistas em todo o país para atuarem como correspondentes, nas capitais onde haveriam jogos da Copa do Mundo. Várias entrevistas, inclusive em inglês, análise de currículo e textos, até que fui escolhido para atuar em Manaus", falou Agnaldo. "A partir de então, passei a produzir material jornalísticos nos meses de maio e junho, o que gerou mais de 80 matérias que foram transformadas depois em relatos que eu iria, simplesmente, guardar. Dois anos depois, em 2016, fui convidado para cobrir as Olimpíadas, pelo Portal Carioca Lance. A partir dali, passei a sonhar com a possibilidade de editar o material da Copa no Brasil, o que se concretizou no ano passado", lembrou.

Durante a Copa, além de correspondente, Agnaldo também atuou como fotógrafo. "Fiz mais de 700 fotos de todo o evento, tanto na Arena quanto em eventos paralelos. Contei histórias de estrangeiros, de manauaras, da preparação, dos jogos e da paixão do brasileiro pelo futebol. Cobri todos os jogos que ocorreram na Arena da Amazônia", falou.

Quem esteve em Manaus desde o começo daquela Copa até a realização do último dos quatro jogos (Honduras e Suíça, em 25 de junho) na capital amazonense, viu uma animação e uma alegria no Centro da cidade, nas ruas ornamentadas, na Ponta Negra, nos bares e na Arena, nesta, nos dias de jogo, como poucas vezes. "A amizade entre os povos foi o que mais me chamou atenção. Torcedores estrangeiros em confraternização com os habitantes locais. Famílias inteiras de italianos, americanos, portugueses, croatas e ingleses que amaram a capital mais quente do país. A organização e o planejamento contribuíram para a grande festa do esporte", afirmou.

Agora, com 'Relatos de uma Copa no coração da Amazônia', Agnaldo pretende eternizar aqueles momentos. "Diria que meu livro é um livro documentário, um resgate histórico, um legado literário. Acho que o único daquela época. Nele estarão, ainda, 35 fotos marcantes e dezenas de relatos em 224 páginas", adiantou.

Exposição de fotos

Durante o lançamento do livro, a Galeria de Artes do Icbeu também terá uma exposição com 74 das fotos produzidas por Agnaldo. "Exato, das 700 fotos que produzi, 74 vão estar expostas na Galeria. São registros sinestésicos daquele momento especial: Torcida, Jogos, Bastidores. Essas fotos passaram pela curadoria de dois grandes artistas amazonenses, Sérgio Cardoso e Óscar Ramos. Eles fizeram um trabalho incrível que vai ficar exposto durante a Copa da Rússia para quem quiser visitar o espaço, gratuitamente", revelou.

Sobre a importância de alguns jogos da Copa terem sido realizados em Manaus, Agnaldo falou que "foi um tempo de muita alegria, de confraternização. Pudemos mostrar para o mundo o quanto somos um dos povos mais hospitaleiros do Brasil. O quanto nossa terra é linda e o quanto somos competentes para organizar eventos de toda ordem". E sobre as expectativas da Seleção Brasileira na Copa da Rússia. "Eu acho que a Seleção tem, hoje, um elenco mais maduro, com um comando mais realista e que trabalha para obter resultados. Evidentemente, nós temos um jogador que define bem a lógica da formação de grandes craques em nossa história. Acho que juntando a coletividade com o talento individual, temos todas as chances de conquistar o hexa", afirmou.


O QUE?
Lançamento do livro 'Relatos de uma Copa no coração da Amazônia', de Agnaldo Oliveira

QUANDO?
Quinta-feira (14), às 19h

ONDE?
Galeria de Artes do Icbeu - Av. Joaquim Nabuco, 1286, Centro

INFORMAÇÕES?
3197-7100 / 7112


O Brasil na Rússia

E para quem ainda não está muito animado com a Copa na Rússia, seguem as datas, os horários (em Manaus) e as cidades onde a Seleção Brasileira irá disputar os primeiros três jogos pelo Grupo E. O Brasil estreia contra a Suíça no domingo (17), às 14h, em Rostov-on-Don. O segundo jogo será numa sexta-feira (22), às 8h, em Saint Petersburg, contra a Costa Rica. O terceiro jogo, na quarta-feira (27), será às 14h, em Moscou, no estádio Spartak, contra a Sérvia. Classificam-se os dois primeiros de cada grupo e os dois últimos serão eliminados. Na segunda fase todos os jogos serão eliminatórios.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário