Manaus, 18 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Eles também se cuidam

Por: Antonio Parente - aparente@jcam.com.br
04 Mai 2018, 18h45

Crédito:Walter Mendes
Foi se o tempo em que o cuidado com a estética do corpo e o investimento com tratamentos e produtos de beleza, era uma área dominada apenas pelo público feminino. Profissionais do segmento de estética afirmam, que é cada vez mais comum a presença do público masculino nas clínicas, interessados em investir no cuidado e no tratamento da aparência. Serviços como depilação definitiva, limpeza de pele e redução de gorduras localizadas, são exemplos de que o homem tem quebrado o paradigma do machismo.

Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Qualibest, apontou que os homens já se consideram super vaidosos, o que fez crescer o seu poder de compra aumentando as suas exigência por produtos para o público masculino no mercado de beleza. Isso tem contribuído para o pequeno crescimento nos últimos dois anos, do setor de cosmético no Brasil.

Segundo a ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), em 2017, o setor registrou um faturamento de R$ 102 milhões uma alta de 3,2% em relação a 2016. E para este ano, a expectativa é de um aumento de 3,8%, com a finalidade de atingir uma receita de R$ 106 milhões. No ano passado, o PIB brasileiro cresceu apenas 1%.

Dona de uma clínica de estética, a Terapeuta holística de biomagnetismo, Suely Moraes, explica que atualmente os homens estão mais conscientes da necessidade de cuidar da saúde, e consequentemente ficam bem mais antenado com as novidades do mundo da estética.

"A sociedade se completa com homens e mulheres saudáveis. E dessa forma existe um mercado crescente com homens mais responsáveis consigo mesmo. A partir do momento que ele começar a assumir a responsabilidade consigo mesmo, ele passa a buscar aquilo que o mercado da beleza oferece", disse.

Moraes conta que nos último anos, tem crescido a clientela de homens em sua clínica com o objetivo de buscar melhoria no cuidado com a aparência. Principalmente com tratamentos que combatem a calvície, excesso de gordura abdominal e tratamento de mancha de pele. E um dos principais serviços que o público tem procurado é o biomagnetismo, uma terapia holística por imãs que não utiliza o uso de medicação ou outros cosméticos, e ajuda a estimular o corpo a produzir o que precisa.

"Se você precisa de colágeno e desintoxicação você pode estimular o corpo. E consequentemente uma leveza e uma alegria de dentro para fora. A questão da estética não é apenas o cuidar da aparência, mas sim a preocupação com a saúde. Os homens têm percebido que se ele cuidar bem da saúde, consequentemente aparece uma pele ou uma barba mais saudável", disse.

Ela explica que a terapia tem estimulado o homem a ficar bem internamente, buscando qualidade de vida com práticas esportivas alinhadas a uma boa alimentação. "Esse estado de leveza e presença agradável o homem tem buscado. Esse processo de aparência bem vinda é ligada a uma saúde de um modo geral com a saúde do corpo que vai vir em uma boa aparência de pele e um bom cabelo", disse.

Resultados rápidos

Segundo a especialista em dermato funcional e fisiologia do exercício, da clínica Physio Forma, Cristiane Duarte, muitos homens têm buscado os tratamentos estéticos como forma de complementar as atividades físicas, ou como busca de um resultado mais rápido de emagrecimento. E um dos tratamentos mais procurado é a criolipólise, um método não invasivo de congelamento das gorduras que provoca a sua morte celular eliminando a do corpo.

"Os homens preocupados com a aparência sempre buscam um resultado mais rápido, porque só academia e dieta às vezes não dão o retorno que eles esperam devido à algumas gorduras localizadas. Eles sempre procuram poucas sessões de criolipólise que é um processo de sessão única", explica.

Além dos interessados em complementar as atividades físicas com o tratamento de estética, a dermatologista explica que também existem aqueles que fazem mais porque são preocupados com a aparência, e não gosta de academias. "Eles querem que façamos uma mágica. Não é uma mágica, é um processo conjunto que tem que alinhar boa alimentação e atividade física. A procura é mais por estética e procurar a aparência do corpo.", ressaltou.

Cristiane conta também, que o comportamento masculino mudou de forma significativa nos últimos anos, a maioria iam à clínica apenas para acompanhar as esposas, a partir dos resultados visto em suas companheiras, passaram a se interessar pelo processo de cuidado do corpo. "Quando eles notavam os bons resultados em suas esposas e influenciados por elas, jogaram aquele preconceito de lado e começaram a aderir ao programa. Hoje eles querem se cuidar e ficar bonito", disse.

Da prática esportiva à estética

Acostumado a manter o corpo sempre em forma até pelas exigências do esporte que pratica, o empresário e fisiculturista Daniel Guedes, 35, conta que o cuidado com a aparência do corpo vai muito além da estética. Adeptos de um estilo de vida saudável, ele explica que não abre mão do cuidado com a aparência e faz disso um complemento do cuidado com a sua saúde.

"Você se submete em fazer um tratamento estético que se não estiver alinhado a uma boa alimentação e atividade física não trará o resultado satisfatório. Se você quiser manter o resultado faz o trabalho estético para contribuir para um resultado bom. O procedimento estético para mim veio para somar com uma qualidade de vida melhor", disse.

Alternativas naturais

Enquanto alguns homens procuram academias e clínicas de estéticas para cuidar da saúde e da aparência, ainda existem aquela pequena parcela que ainda preferem os métodos "in natura". Esse é o caso do jornalista e executivo especialista em coaching, Marinaldo Guedes. Ao 44 anos, Guedes esbanja saúde e disposição, criando o próprio método para manter a qualidade vida, e fez do seu quintal a melhor arma para lhe auxiliar no cuidado com a aparência.

"Não gosto de tomar remédios e nem tomar substâncias. Não gosto de passar cremes na pele e quero continuar envelhecendo com qualidade vida. Não faço muito esportes, mas me exercito. Passei a plantar plantas alternativas em utilizadas na culinária e são bem exóticas para alimentação", disse.

Da planta chamada babosa, o jornalista faz o seu processo de cuidado pessoais, utilizando-as para o rosto como forma de manter o cuidado da pele.

"Tenho quatro a cinco pés de babosas. Eu tiro uma folha dela uma vez por semana e bato no liquidificador e tomo. A sobra passo no cabelo porque é muito bom e também passo no rosto. A babosa combate as rugas. Eu não gosto de academia, prefiro fazer um tratamento natural e cuidando da alimentação. Fazendo pequenos exercícios", disse.

Defensora dos homens que se cuidam, a administradora Caroline Barbosa, 31, explica que é de suma importância o homem ter o cuidado com a sua saúde principalmente com a sua aparência. Ela conta que a forma como o pública masculino se cuida é importante para qualquer função que ele representar em uma determinada empresa.

"Como administradora, toda vez que faço uma entrevista a primeira coisa que olho é a aparência da pessoa. Acredito que além da competência profissional, a forma como um homem cuida de sua aparência, isso fala muito sobre ele, pois isso passa uma visão positiva para empresa que vai o contratar. O funcionário de uma empresas é o seu cartão postal. E não falo de beleza e sim de cuidados pessoais. Para mim não é nem um tipo de vergonha o homem expor sua vaidade", disse.






















Comentários (0)

Deixe seu Comentário