Manaus, 23 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Locação de imóveis em Manaus em alta

Por: Antonio Parente - aparente@jcam.com.br
04 Mai 2018, 17h40

Crédito:Walter Mendes
Apesar da lenta recuperação da economia e a instabilidade financeira do país, o mercado de aluguel de imóveis residenciais em Manaus tem mostrado um pequeno ritmo de aquecimento,  afirmam representantes do setor. Tal situação, refletiu na desaceleração do IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado) principal indicador que mede o reajuste contratual do aluguel residencial,  que apresentou desaceleração de 0,64% em março para 0,57% em abril deste ano. Os dados são da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

A grande oferta e a baixa dos preços tem contribuído para alta procura e consequentemente, torna o momento propício para o fechamento de negócios, disse a presidente do Sindimóveis-AM (Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado do Amazonas), Márcia Cohen. "O mercado continua aquecido, a procura por locação continua sendo boa e ainda temos muita oferta no mercado. O crescimento tem sido principalmente com o surgimento de novos negócios", explicou.

Apesar da atratividade nos preços e a grande oferta no setor, Márcia conta que existem alguns fatores que assustam o consumidor na hora de concretizar a negociação. "A taxa de condomínio por exemplo  impacta e muito nos valores dos imóveis para locação. Por exemplo um apartamento no Vieiralves foi alugado por R$ 1.900, sendo que, desse valor R$ 630 é só de condomínio. O que assusta o consumidor, às vezes não é nem o valor do aluguel", explicou.

Márcia ressaltou também que a projeção de um IGPM positivo não significa que vá haver um aumento nos contratos ou nos valores, uma vez que é melhor manter o imóvel alugado para não ter prejuízos. "As pessoas ainda querem morar bem e com segurança, mas o poder de barganha nos valores ainda continuam alto. Manter o imóvel alugado ainda é o melhor negócio", ressaltou.

Expectativas

Para o presidente da Ademi-AM (Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas), Romero Reis, apesar do leve aquecimento, o mercado na cidade ainda está está em estado de espera e ainda está abaixo dos patamares de 2014, quando atingiu seu melhor momento.

"O mercado em Manaus está em compasso de espera. Tem muito imóvel para alugar e isso é reflexo da atividade econômica que até o momento não voltou para os patamares de 2014. Existe muita oferta. Historicamente o imóvel é um excelente investimento de médio e longo prazo, você nunca perde dinheiro com imóvel, mas ainda vejo uma melhora para o próximo semestre", ressaltou.

Variação de preços

Segundo o corretor de imóveis Márcio Barbosa, a entrega de novos imóveis e o surgimento de novas áreas tem proporcionado grande oferta no setor, juntamente com a necessidade de alugar para não sair no prejuízo. Isso tem levado os proprietários a fixarem preços muito abaixo do real valor do seu imóvel devido às dificuldades do mercado.

"Houve muitas mudanças no preço, principalmente para mais barato. A oferta hoje é muito grande. A procura cresceu e os preços tiveram que baixar porque existem muitos imóveis novos que estão sendo entregues e muitas pessoas investem para alugar. Quando você compra para investimento acaba alugando por um preço mais baixo do que realmente ele vale", disse.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário