Manaus, 14 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

"Possibilidade de uma redescoberta empresarial"

Por: Tânair Maria especial para o Jornal do Commercio
30 Abr 2018, 19h39

Crédito:César Pinheiro
Cada vez mais os laços de amizade entre Brasil e Portugal se estreitam através da cultura e da economia. Mais de 60 mil brasileiros já se mudaram para terras portuguesas, em contrapartida, cerca de 5 mil portugueses residem em Manaus. Números apresentados pelo Embaixador de Portugal no Brasil, Jorge Cabral durante as comemorações dos 106 anos do Luso Esporte Clube. Entrevista concedida ao Jornal do Comércio, o embaixador destaca algumas iniciativas para alavancar a economia no Estado do Amazonas parceria com Portugal, dá algumas dicas de como morar legalmente em Portugal e das expectativas da seleção Lusitana na Copa do Mundo.

Jornal do Commercio - Hoje, nós temos muitos estudantes brasileiros que fazem intercâmbio em Portugal, esse incentivo continua entre os dois países?
Embaixador Jorge Cabral - Continua. Nós temos entre 15000 a 18000 estudantes brasileiros em Portugal. Em Coimbra por exemplo que é uma das Universidades mais antigas 10% da população estudantil já é brasileira, nós vemos isso com muito bons olhos. Aliás, há cada vez mais universidades e instituições de ensino superior em Portugal que reconhecem os resultados do Enem. Portanto, é um reconhecimento automático que dá aos estudantes brasileiros a possibilidade de se habilitar diretamente em quase 30 universidades portuguesas.

JC- Como funciona visto de brasileiros para Portugal?
Cabral - Os brasileiros que foram para Portugal só a turismo até 90 dias não precisam de visto. Os descendentes de portugueses podem pedir a nacionalidade portuguesa. Neste momento, a pequena alteração que existe é que os netos de portugueses que porventura não tenham requerido a nacionalidade portuguesa, essa lei que permite a cidadania portuguesa foi regulamentada neste momento. Então como eu disse, se os brasileiros comprovarem que são netos de portugueses e que tenham uma ligação com a comunidade portuguesa, ou que estejam ligados a outras instituições e associações portuguesas, já podem pedir a nacionalidade portuguesa e depois passar para os seus descendentes como portugueses mesmo nascidos no Brasil. Neste momento esse procedimento já tem gerado um interesse muito forte de brasileiros que já tem, como nós sabemos uma ligação muito forte com Portugal, e também que nós portugueses temos como Brasil. O que nós vamos percebendo, é que há muitas famílias portuguesas que estão no Brasil e que tem interesse em seus descendentes estarem em Portugal. Por isso nós estamos sempre atentos e com essa demanda aumentando, o que nós recebemos com muito entusiasmo. E, são todos muito bem vindos por causa desta proximidade entre nós. Esta é uma grande riqueza até porque para Portugal que é um país que tem 10 milhões de habitantes e tem uma tendência para envelhecer. Hoje, pessoas têm menos filhos e essa é uma forma de aumentar a população de Portugal com pessoas de sangue novo, ainda por cima que estão ligando ligados a nós. Isso é muito bem-vindo.

JC - Qual a importância dos 106 anos de fundação do luso e sua contribuição na formação da identidade sócio cultural e também econômica do Amazonas?
Cabral - O que nós temos procurado fazer é aproveitar esses momentos simbólicos de comemoração histórica para promover como fizemos ainda agora ao convidar o governador do Estado do Amazonas para que o governador vá até Portugal, inclusive leve uma comitiva de empresários e de representantes da economia regional possamos firmar parcerias entre o Amazonas e Portugal e por sua vez abra uma possibilidade de uma redescoberta empresarial. Portanto, esses são momentos de boas oportunidades para pensarmos numa maior proximidade cultural e aproveitar isto do ponto de vista econômico e financeiro.

JC - Na última Cúpula da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, portugal propôs um regime de livre autorização de residência entre os nove estados membros da CPLP, ou seja brasileiros teriam permissão para viver em Portugal apenas pelo fato de serem brasileiros. Essa proposta tem sido levada adiante? E na sua opinião, isso estimula a migração de brasileiros para Portugal?
Cabral - Sim nós fizemos essa proposta de livre circulação no espaço da CPLP. A proposta foi feita por Portugal, para ser trabalhada. Agora, transfere a presidência para o Brasil e que vai continuar a ser feito no sentido de ter apoio de todos os estados-membros.

JC - O orgulho português cresce em todo período de Copa do Mundo por conta do maior jogador do planeta, Cristiano Ronaldo estar no escrete lusitano. Mas esse protagonismo do CR7 tem ficado a desejar nas últimas copas. Dessa vez será diferente?
Cabral - Eu torço para que tudo ocorra da melhor forma possível. Afinal esta é a última Copa do Mundo para o Cristiano Ronaldo.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário