Manaus, 15 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Produção de motocicletas cresce

Por: Hellen Miranda - hmiranda@jcam.com.br
12 Abr 2018, 19h47

Crédito:Walter Mendes
O setor de duas rodas do PIM (Polo Industrial de Manaus) registrou crescimento da produção no primeiro trimestre do ano. Segundo o balanço da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), de janeiro a março foram produzidas mais de 259 mil unidades de motocicletas, representando uma alta de 12,2% sobre o mesmo período do ano passado.
Além dos bons resultados do trimestre, a produção também apresentou alta na comparação mensal. De acordo com os dados, em março foram produzidas 94 mil unidades contra 83 mil de fevereiro, avanço de 13,1% frente ao mês anterior. Já em relação a março de 2017, a alta chegou a 14,8%. Com o bom desempenho logo nos três primeiros meses do ano, o crescimento da produção deve superar os 5,9%, previstos anteriormente pela entidade.

O diretor executivo da Abraciclo, José Eduardo Gonçalves, reforça que os indicadores positivos são reflexo da melhora do cenário econômico do país, puxados pela baixa da inflação, queda de juros e até a liberação do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) no ano passado. Para ele, o avanço da produção nos três primeiros meses de 2018 evidencia uma tendência de retomada do setor.
"Tivemos um crescimento consiste e animador, baseado principalmente pelo desempenho das vendas diárias de motocicletas, que em janeiro teve uma média de 3,5 mil unidades e fevereiro manteve esse ritmo, mesmo com menos dias úteis. Já no mês de março avançou para 3,7 mil unidades e só nos dez primeiros dias de abril está com média diária de 4 mil", destaca Gonçalves.

O executivo acrescenta que por conta disso, o crescimento da produção do segmento deve superar os 5,9%, previstos anteriormente pela entidade. "Se manter essa trajetória de crescimento expressivo, certamente vamos fechar 2018 acima desse índice, que deverá ser recalculado no meio deste ano", adianta o diretor da Abraciclo.

De janeiro a março, saíram das linhas um total de 259.537 motocicletas contra 231.381 produzidas no mesmo trimestre do ano passado, segundo a Abraciclo. Uma diferença de 28 mil unidades e alta de 12,2% entre os períodos. No comparativo mensal, houve um crescimento superior a 13%, quando março produziu 94.599 unidades frente 83.632 em fevereiro. Já em relação a igual mês de 2017 (82.416), a expansão chegou a 14,8%.

Com aumento na produção, as vendas no atacado também apresentaram aumento nos três primeiros meses do ano. No período, foram comercializadas um total de 234.003 motocicletas contra 215.818 de 2017. O resultado sinaliza uma alta de 8,4%. Com 87.243 unidades vendidas em março, foi registrada expansão de 16,6% sob fevereiro, quando foram repassadas às concessionárias 74.793 unidades. Outro indicador positivo foi na comparação com março de 2017 (80.372), com elevação de 8,5% nas vendas.

Exportações

Segundo a Abraciclo, as exportações no primeiro trimestre alcançaram alta de 45,4%, com 24.322 unidades exportadas, ante 16.732 em 2017. Os principais destinos das motocicletas foram Argentina (18.436) e Austrália (1.258). No comparativo mensal foram embarcadas 9.022 motocicletas em março contra 6.866 unidades em fevereiro, alta de 31,4%. Já em relação a março do ano passado, o crescimento expressivo chegou a 66,5%. Naquele período saíram 5.420 unidades.

Emplacamento

No primeiro trimestre de 2018, os emplacamentos de motocicletas segundo levantamentos do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) atingiram 219.304 unidades, contra 210.970 no ano anterior, o que corresponde a uma alta de 4%. Só o mês de março registrou 79.320 motos licenciadas sob as 62.991 unidades em fevereiro, expansão de 25,9%. Por outro lado, houve uma redução de 4,3% na comparação com março de 2017, quando foram licenciadas 82.897 motocicletas.

Bicicletas

Os dados da Abraciclo também apontam que houve aumento de 8,6% na produção de bicicletas, com 158.699 unidades no primeiro trimestre contra 158.699 em igual período do ano passado. Na análise isolada de março também houve avanço. Foram fabricadas 60.682 bicicletas, alta de 1,7% sobre o mesmo mês de 2017 (59.649) e de 31,2% na comparação com fevereiro (46.265).

A região Sudeste abocanhou 60,7% das unidades para comercialização produzidos no PIM. Em seguida aparecem o Sul, com 15,4%; Nordeste, com 13,2%; Centro-Oeste, com 6,3%; e Norte, com 4,5%.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário