Manaus, 16 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Aleam saúda os 114 anos do Jornal do Commercio

Por: Antonio Parente - aparente@jcam.com.br
27 Mar 2018, 19h41

Crédito:Walter Mendes
"Sensibilidade histórica e a necessidade de valorizar a origem e a tradição do Amazonas em cada página". Foi com essas palavras que o presidente do Jornal do Commercio, Guilherme Aluízio, expressou sua gratidão em sessão especial realizada pelos deputados da Aleam (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas), em homenagem aos 114 anos do Jornal do Commercio.

Na ocasião, Guilherme Aluízio recebeu uma placa de condecoração e um certificado de honra ao mérito pelos serviços prestados à sociedade amazonense. Para Aluízio, a homenagem e o reconhecimento o motivam a trabalhar cada dia para produzir o melhor conteúdo no segmento de economia e política para o leitor.

"É uma emoção muito grande porque é um reconhecimento ao esforço que estamos fazendo. É uma motivação para que continuemos perseguindo cada vez mais a melhora do nosso jornal. Nossa missão é servir bem e comunicar sempre com responsabilidade, com um conceito de jornal moderno. E apesar de velho, estamos sempre com uma mentalidade nova e atual", disse.

Segundo o deputado Adjuto Afonso (PDT), propositor da homenagem, é de fundamental importância valorizar a história e o veículo que tem contribuído ao longo de sua existência para a sociedade com informação séria e de responsabilidade, contribuindo para a propagação das atividades da economia do Estado, tanto da indústria quanto do comércio.

"Nós que representamos o povo reconhecemos o importante trabalho que o Jornal do Commercio realiza. Muita gente gostaria de prestar essa homenagem. Entendemos que o JCpresta um excelente serviço à sociedade com informação precisa, séria e de qualidade. Parabéns ao presidente e aos colaboradores para que continuem com essa linha ética", comentou o parlamentar.

Para o deputado Sinésio Campos (PT), que presidiu a sessão, a importância do Jornal do Commercio vai muito além de sua contribuição informativa para o Amazonas, mas no seu compromisso e filosofia voltados para a economia, com discussões que envolvem a reflexão aos interesses da Zona Franca de Manaus.

"A ousadia, a determinação e a firmeza do seu empreendedor e de seus colaboradores, de fazer com que o JC traga a informação com conhecimento técnico e científico sobre a Amazônia e a economia, reflete a todos nós um veículo de credibilidade e imparcial nas questões políticas, sobretudo na informação. São 114 anos que refletem a confiança que a sociedade tem nesse grande veículo de comunicação", disse.

Homenagens

Durante a Sessão, foram homenageados alguns colaboradores que fazem parte da história do veículo de comunicação: Guilherme Aluízio (indicado pelo deputado Adjuto Afonso); Sócrates Bomfim Neto, vice-presidente do JC e presidente da Rádio Baré (representado pela genitora Selma Bomfim); Ubaldino Meirelles da Silva, diretor de mercado do jornal; Adalberto Antônio dos Santos, superintendente do jornal; Frânio Lima, ex-editor geral do jornal (representado por Oldeney Valente); Heraldo Figueiredo, funcionário mais antigo do jornal, desde 1973; Luís Alves Bezerra, diagramador mais antigo do jornal, desde 1986; e, Sheila Maria Passos da Trindade, arte-finalista mais antiga do jornal.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário